Posts de Ciducha (70)

Marcas do tempo II

 
 
 
Marcas do Tempo II


As marcas do meu tempo,
- do meu eu, no tempo -
estão nas incertezas
que aprendi a respeitar.

O meu mundo plano,
doce e pequenino,
não há mais...
(que menina não sou mais).
 
A vida tem degraus
e eu os galguei, passo a passo,
às vezes lentamente,
outras vezes apressada
desnorteada
buscando encontrar-me...

Cultivo quimeras
que me sulcam,
rebuscam-me...

Também, pudera!
Não é primavera, nem brotam flores
no jardim suspenso da minha vida,
tão cheia de cores, tão cheia de amores...

Ainda brilha o sol!
Que sobreviveu ao tempo,
como marcas que tatuei,
que não deixei apagar...
E às vezes me perseguem,
sonâmbulas,
incompreensivas,
questionáveis!

Mas são minhas,
totalmente minhas!
As marcas do tempo,
do meu próprio tempo
do meu próprio eu...
e ponto!
 
Ciducha Seefelder
Saiba mais…

Poetas nao Morrem...

 
Poetas não Morrem...
 
Como matar o poeta
que vive em mim?
Desenho versos
Com a minha alegria
e até com a minha dor
Faço poesias, sim...
Mostro a todos,
com tintas fortes e indeléveis,
os espinhos e as rosas do meu jardim.
 
 Como matar o poeta
que vive em mim?
Não me importa o mundo,
Nem a opinião de toda a gente!
Nada sabem sobre minhas dores,
E não conhecem meus prazeres.
 
Pois nunca escrevo para eles,
Nem quando estou triste,
Nem quando contente...!
 
Tenho o meu jeito próprio de chorar.....
E de rir, às vezes, por que não?
Esse Jeito não me deixa viver só,
E me permite sonhar...
Por isso,nâo posso morrer,
não ainda...
pois preciso poetar!
 
Ciducha Seefelder

 

 

No virus found in this incoming message.
Checked by AVG Free Edition.

Saiba mais…

Recado

 
 
Recado
Ciducha

Emprestei das árvores os beijos que ganhou
os abraços trêmulos, tomei-os todos
porque no caminho, eu vinha sozinha...

Se a costa beijou o mar e a névoa
porque eu sinto tanto frio?
Porque não repartiu comigo esse calor...

Fecho os olhos... deixo a alma planar
para tentar ouvir teu coração
ao lado do meu, que bate teimosamente...

E os toques que vivemos
retornam ardorosos, pretenciosos
tudo querendo ser outra vez... real!

É isso!
Agora me diga com sinceridade:
- Porque me deixas à mercê dos abraços da brisa,
em vez de trazer-me os teus?...

Stos, 13/07/2015

NB: inspirado na música que o meu amor traduziu para mim:
 
A tradução é a seguinte:

A brisa da noite beijou as árvores com ternura
As árvores tremendo abraçaram a brisa com ternura
Então você e eu viemos caminhando e, perdidos num suspiro, nós já estávamos...
A costa beijou o mar e a névoa com ternura
Eu não posso esquecer como dois corações se encontraram batendo tão forte!!
Seus braços bem abertos me fecharam em torno deles
Você tocou meus lábios
Você tocou meu amor...
Com tanta ternura...



Saiba mais…

Recordando...(nossos melhores momentos!)

 
 
 
Recordando...(nossos melhores momentos!)
 
 
I
...recordo-me vivamente do brilho
do seu olhar...
Lembro-me do seu abraço
naquele verão, entre todos
os verões...
em que comecei a lhe amar!
 
II
 
...lembro-me de ver seu rosto
através das lágrimas
quando percebi
que seria inútil
resistir a alguém tão determinado
a conseguir o que desejava,
mas porque era também
o único meio de provar
o seu amor
E antes que eu pudesse
destruir os remanescentes
de minhas defesas,
eu cedí...
 
III
 
 
...eu o amava... Jamais amara
qualquer outro homem antes e,
nunca amara outro depois
Ou eu o amava o suficiente
para fazer qualquer coisa
que o ajudasse, ou não
 o amava absolutamente.
Era simples assim...
 
IV
 
 
...será que nos perdemos
um do outro no tempo,
querido?
Mas isso é bobagem!
Estamos aqui, novamente juntos,
exatamente como em 1966...
 
V
 
...a única diferença é que
agora, eu viajei para o lado
no tempo
Seja como fôr, como podemos
dizer que nos desencontramos,
se ainda nos amamos...
 
VI
 
...e ao amar você, superei
meu medo arraigado
de perdê-lo um dia...e,
pela primeira vez na vida
pude apreciar o fato
de termos nos reencontrado...
 
VII
 
...foi quando compreendí
que podia ter cometido
o erro de pensar
que nossa ligação estava
encerrada
Nada mais importava...
 
VIII
 
...tudo era irrelevante!
Sabia que você me pertencia ...e,
prometi a mim mesma
que me empenharia ao máximo
para conquistar o que
eu mais desejava no mundo:
Você!
 
Ciducha Seefelder
 
 
Saiba mais…

Triste adeus...

 

Triste adeus...

 

Enquanto a lua passeia lá no céu,

em mim, passeia uma saudade.

Misto de dor e ansiedade

onde o seu rosto é a personagem!

 

Você, que eu já tive nos meus braços

que reencontrei, sem nunca ter perdido

que vai morrendo aos poucos,

junto comigo...

nesse amor, que faz tanto sentido!

 

A lua pára, pra chorar de vez em quando

e é quando eu vou,

ainda mais, morrendo e amando

como algum dia, na primeira vez...

 

Não nos dissemos adeus...

jamais!

E no entanto, é doce esse meu pranto

tentando lembrar onde ficou

em que estrela se perdeu, morreu...

o nosso encanto.

Ciducha Seefelder

 

 

 

 

Saiba mais…

Resquicios de uma tarde de amor

 
 
 
Resquícios de uma tarde de amor
Ciducha
 
 
Querido, foi tão rápido...
O tempo voou,
como o inimigo que foge apavorado,
incontrolável...
Ficaram as lembranças...
resquícios de uma tarde de amor!
 
 
Foram-se as dores, os temores,
nas suas mãos mágicas que me acalentaram...
Do seu amor, sorvi em doses fartas,
o néctar dos deuses...
gulosamente,
sobejamente!
 
 
Seus olhos faíscavam,
encontrando faíscas dos meus...
Subitamente,
como se estivéssemos voltando no tempo,
há milênios,
e você me pertencesse exclusivamente,
eu pude ouví-lo dizer
o que eu mais queria ouvir...
Eu te amo!
"Até o fim de nós mesmos"...
lembra-se?
Ah, como eu queria,
poder ter todos os dias,
dessa doce magia!
 
Eliminar para sempre,
essa distância impertinente,
que nos ronda há anos!
Imposta pela vida,
pelas circunstâncias,
pelos desencontros,
pontos... contrapontos...
 
Eu nunca quis errar...
Deus sabe que sim!
Mas se errar é amar,
eu errarei até o fim!
Sendo feliz assim...
feliz assim...
assim...
nós dois...
e o fim!
 
Ciducha Seefeler
 
 
 
 

 

Saiba mais…

Impossivel!!

 
 
Impossível!!
Ciducha
 
É impossível?...
Difícil responder...
Talvez sim... talvez não,
são tantas as faces do coração...
mas hás de compreender!
 
Sei que habitas, o íntimo do meu ser!
Na minha alma, às vezes desalentada
será sempre tu, o bem-querer!
 
Não posso negar evidências,
és meu dono, meu proprietário!
Mas tens sido perdulário
jogando-me ao vento... sem alento.
 
Entretanto...
nós nos pertencemos,
de um modo todo nosso,
num conchavo que transcende a razão,
até mesmo aos anseios da alma e coração,
do corpo também...
 
Sem nos termos, sem nos darmos mutuamente
não somos ninguém... sabes disso... eu também sei!
 
Então me diga... viver sem você?
 
_Impossível!_
 
Ciducha Seefelder

  

Saiba mais…

O amor sem fronteiras

 

 

O amor sem fronteiras
  

 
Os ponteiros são cruéis!
o dia não passa
e, à cada instante, mais ficamos distantes...
tantas perguntas
e não há resposta coerente.
Por que essa distância
se nossa sincronía é tão forte...
Viemos fora de hora?
Foi acaso, pura sorte
ou eternos apaixonados viajantes?
que, perdidos na ânsia
de um amor fiel
são penalizados
de seu coração a própria morte?
 
Este querer, de tão radiante
fortifica-se com velocidade
fazendo-nos enamorados
não importando, entretanto,
onde estejamos localizados
e, por ser constante,
vivemos em eterno encanto
que faz do meu pranto,
incentivo para uma realidade
que quero tanto...
 
 
Nos quermos de verdade
faltando unicamente,
matar essa saciedade
do teu corpo em mim,
da vontade
que,  como explosão invade,
aumentando a felicidade...
e a terrível saudade
que não tem fim
 
 
E, em eterna serenidade
grito ao vento
apresso o tempo
para que um dia
não existam barreiras,
estradas ou ribanceiras
a impedir
que nossos corpos, em unidade,
possam
um ao outro possuir...

Ciducha Seefelder 

 

   

 


Livre de vírus. www.avast.com.
Saiba mais…

À Deriva

 

 

À Deriva...

Solitária...
navego numa rota escura
imponderável...
não totalmente perdida
mas desgarrada de razões
motivos e alentos
à deriva!...

Navego na ausência de luz e sons
sem bússola
apenas soltei as amarras e navego
certamente não vou a lugar nenhum
não busco porto, não tenho rota
estou à deriva, mais uma vez e sempre
à mercê das minhas emoções!

Na total escuridão da tua ausência...
do teu descaso e abandono,
que me são tão impertinentes!
Procuro você, inutilmente...
 
Ciducha Seefelder
 
 

 

Saiba mais…

Ah!...Se assim fosse!

 
 
Ah!...Se assim fosse!
 
 
 
Sonho com você, todas as noites
ouço quando bate à minha porta
trazendo seus pertences numa pequena maleta
mas deixando para trás  e para sempre
toda a sua bagagem de recordação
 
De que vale um amor, um pobre amor
que leva os dias a sonhar,
 insano amante de utopias e virtudes
 e num tempo
 sem tempo para amar?!
 
Um amor é um amor... apenas isso!
 
Torna outra vez possível
o nosso caminhar tão esperado, desejado,
com as mãos entrelaçadas,
nas horas do ocaso
lentamente, ao longo da praia e do mar...
 
Ah! Se assim fosse...
 
 
Ciducha Seefelder

Livre de vírus. www.avast.com.
Saiba mais…

Eu Quero

 
Eu Quero...

Amar sem imposições.....sem cobranças!
Simplesmente amar......
E não amar porque é preciso
Por dever ....
Por gratidão.....
Por perdão!

Não...
Eu quero amar
Nem que seja um amor inconsequente,
Nem que seja breve.......
Até por um instante!!
 
Ciducha Seefelder


 
 
Saiba mais…

Ajude-me!

 
 
AJUDE-ME!!
 
 
 

Estou só,carente de saber,

um pouco que seja,de mim.

Portanto,imploro,suplico,conta-me

quem sou,o que faço,

com certeza tão diferente

do que penso ser
 
 
 

Conta-me a verdade,

porque na idade que tenho,

sofro com equívocos...

tantos erros impensados,

falta-me o pudor,

que me pesam a alma,

num momento constrangedor
 

 

 

Conta-me sobre o belo,

mentindo,até,para compensar

os limites que me atolam...

Invente que existem calmantes ,

para lenir perdão aos

pecadores

permitindo que me aquiete o coração
 

 

 

Diga-me doces palavras,

palavras essas,que compensem

o meu errar .uma...mil vezes!

Dá-me um agrado,um que seja,

para reaquecer meu coração
 

 

 

Me enxergue com generosidade...

releva minha realidade,

minha intolerância sem fim...

me dê seu perdão,

faça-me mulher ,outra vez!

Humanamente simples e feliz...

Olhe pra mim...!
 
Ciducha Seefelder

   

 

Saiba mais…

Serei Sempre Tua

 
Serei Sempre Tua 

Mulher...amante
Companheira...cúmplice
Que apenas te quer
 
Somente!
 
De uma maneira
simples, permanente
 
Amor,quer saber?
Ando numa inutilidade
total..
só faço pensar em você
 
Adoro quando você me mima...
Me atiça!
Saciando a minha vontade
 
Não sou só eu que sei
conduzir um relacionamento;
que conheço os meandros
da conquista.
 
Marcamos mais apontos?
Então, vivamos esse nosso
momento!
 
 
 
Ciducha Seefelder

 

Saiba mais…

Há mais entre nós

 

 

 

Há mais entre nós do que pode imaginar!!!

Não apenas a cama,

o sexo molhado,

  • palpável, úmido,

a penetração túrgida ,

o gozo louco ,

frenético!!!

Há mais entre nós do que   pensas....

É o que sentimos,

sem pensar,

mas imaginando...

A ternura ,

as conversas   longas,

deitados um em cima do outro,

É a pele que se acarinha,

se esquenta,

quando o frio começa a ficar incômodo!....

É o hálito que come o teu hálito,

É a boca que come a tua boca,

São os olhos que se precipitam nos olhos,

A necessidade de se falar ,

trocar idéias....

Há mais entre nós do que pensas!!!!

O tempo passa e,

assim passando vamos ao longo dele,

aos poucos,

aos pouquinhos, descobrindo e nos necessitando....

Não te esqueças de mim!

Não te esqueças de mim !!!

 

Ciducha Seefelder

 

 

 

 

Saiba mais…

Estou só...

 

 formatado por livita

Estou só...
by Ciducha


"...Nesta solidão,
busquei a mão,
mas me faltou...
Busquei o amor,
mas não o encontrei!
Estou só....
Num eterno desencontro,
meus sentimentos contidos,
sentimentos escondidos,
sentimentos banidos!
Estou só....
Meu cansaço me atira,
nesta cama vazia.....
uma saudade sem jeito,
que caminha vadia!
Estou só....
Ciducha Seefelder
 

 

 

 

Saiba mais…

Tenho urgencia

 
 
Tenho urgência...
Ciducha


Tenho urgência
das tuas maõs em mim,
do teu olhar,
me pedindo para ficar.

Urgência dos teus beijos,
da tua risada,
da tua emoção
do amor que te faz grande
no meu coração!

Tenho urgência dos teus olhos,
dos abraços
dos teus mimos silentes
que são elos da minha corrente,
por onde jorra emoção e prazer.

Tenho urgência...sacia meu desejo,
abranda meu tesão!
meu imenso amor...

Urgência do teu calor!
Vem...
 
Ciducha Seefelder
 
 

 
Saiba mais…
CPP