Minha Página

Cleidinê Vicente Marques agora é amigo de Ednaldo Florentino dos Santos, Nieves Merino Guerra, Marcia Aparecida Mancebo e mais 1
8 de Ago de 2016
Cleidinê Vicente Marques agora é membro de Casa dos Poetas e das Poesias
4 de Ago de 2016

Meus Recados

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e das Poesias.

Join Casa dos Poetas e das Poesias

Comentários

  • Adm

  • Adm

  • Adm

  • Temos um quarto reservado para você. De modo que, a organização dele é por sua conta.

     

    Qualquer dúvida, pode nos procurar que entraremos em contato.

    A casa ainda está sendo arrumada, mas olhe para o centro de sua página, observe as funções: Ultimas atividades, Meu blog, Meus recados, Minhas informações e Minhas fotos.

     

    Para postar você deve clicar na palavra Blog abaixo do título da rede e depois num sinal de + que aparece no seu lado direito. Do mesmo modo fará para postar fotos, clicando na palavra Fotos abaixo do título da rede.

     

    Que o amor e amizade, sincera, sejam o princípio desta casa.

     

    Bem vindo!

This reply was deleted.

Minhas Informações

Aniversário:

Fevereiro 24


Qual seu nome completo?

Cleidinê Vicente Marques


Sexo?

Mascolino


Data de nascimento

24/02/1944


Local de residência (apenas Cidade / Estado / País)

Minas Gerais


Item fundamental para aprovação. Fale sobre você ((trabalho, experiências, gostos e ou preferências, familia, produção poético-literária....).

Sou poeta e escritor. Sou aposentado e tem como passatempo os meus grafados.


Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

Eu fiquei sabendo


Insira uma Foto pessoal tua em teu Perfil. (no Perfil e não neste Questionário)

Sim


Concorda que as poesias eróticas (caso as poste), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

Sim.


Concorda em interagir conforme possa, com os demais membros participando e interagindo das atividades da Casa?

Sim.


Concorda em NÃO POSTAR mais que 3 (três) Mensagens por dia no Blog Geral?

Sim.


Deixe o Link de teu Facebook: (caso tenha)

http://Não tenho


Deixe o link do Recanto das Letras ou outro site onde possamos saber mais de você.

http://ogato-dineymarques.blogspot.com


Publique neste espaço, um ou até dois textos de tua autoria. (não precisam ser extensos)

"MOMENTOS SUBLIME" Alado atrelei-me as saudades um tanto sobejadas, aportei-me em momentos dispersos e naufragados. Fragmentos nítidos se juntam aglutinando imagens, as quais nas recordações tão distintas tornam-se consequências flageladas em nostalgias. Um violão sonoro explicita o meu pranto, um choro melódico no repouso de uma rosa sobre a sua janela, são resquícios dos meus verso e prosa. As relutâncias são as minhas no presente. Outrossim,estendo o abandono de um passado, no seu peito tatuado, marcas profundas de deleites que a fizeram em regalo. Privado descanso solenemente as minhas peregrinações de momentos tão sublimar, no ante e no pós, hoje,resignadamente à sós. "MOMENTOS SUBLIME" Alado atrelei-me as saudades um tanto sobejadas, aportei-me em momentos dispersos e naufragados. Fragmentos nítidos se juntam aglutinando imagens, as quais nas recordações tão distintas tornam-se consequências flageladas em nostalgias. Um violão sonoro explicita o meu pranto, um choro melódico no repouso de uma rosa sobre a sua janela, são resquícios dos meus verso e prosa. As relutâncias são as minhas no presente. Outrossim,estendo o abandono de um passado, no seu peito tatuado, marcas profundas de deleites que a fizeram em regalo. Privado descanso solenemente as minhas peregrinações de momentos tão sublimar, no ante e no pós, hoje,resignadamente à sós. "MOMENTOS SUBLIME" Alado atrelei-me as saudades um tanto sobejadas, aportei-me em momentos dispersos e naufragados. Fragmentos nítidos se juntam aglutinando imagens, as quais nas recordações tão distintas tornam-se consequências flageladas em nostalgias. Um violão sonoro explicita o meu pranto, um choro melódico no repouso de uma rosa sobre a sua janela, são resquícios dos meus verso e prosa. As relutâncias são as minhas no presente. Outrossim,estendo o abandono de um passado, no seu peito tatuado, marcas profundas de deleites que a fizeram em regalo. Privado descanso solenemente as minhas peregrinações de momentos tão sublimar, no ante e no pós, hoje,resignadamente à sós.


Minhas Fotos

CPP