Posts de Nina Costa (33)

VOLTEI ...

Resultado de imagem para eu voltei
(Rondel)



Por ter-me enganado é que parti...
Por crer que seu amor não era meu.
Voltei! Sem ter-lhe, juro não vivi!
Morri em cada dia após o adeus!...

Sofri o horror de não estar junto a si,
Da dor da ausência dos abraços seus,
Por ter-me enganado é que parti...
Por crer que seu amor não era meu.

Mais eis que novamente estou aqui
Voltei ao amor que me prometeu...
Dá-me o aconchego que perdi?!!!
Sou sua Eurídice , és meu Orfeu!
Por ter-me enganado é que parti...


Irene Cristina dos Santos Costa - Nina Costa, 03/07/2012

Saiba mais…

NADA É MAIS SENSUAL...

Nada é mais sensual: Que sentir-te penetrando-me c'olhar E teu perfume solto pelo ar, Ativando em mim todos os sentidos. Ouvir teus passos se aproximarem Sentir o ofegante ritmo de tua respiração E o trêmulo de tuas mãos me…
Saiba mais…

MENINA, MOÇA,... MULHER

MENINA, MOÇA,... MULHER Brinca comigo... O sol Eu bailando, Solta no espaço Alegre, Livre, Fagueira Em meio ao pleno arrebol... Menina, Mulher faceira Ninfa, Fada, Medianeira Pescando no lago do sonho Sem usar linha e anzol.
Saiba mais…

DÍADE

Retesando nossas cordas subliminares Acordes dedilhados nos afagos da libido Tangendo-nos no amor e fantasia Somos sons de sensível sinestesia No vibrato de nosso corpos em solfejos Ondas a ecoarem tantos desejos Amor, paixão em sensual…
Saiba mais…

APRENDI...

APRENDI... Aprendi que por mais que o vento dê opostamente às águas do rio, elas seguirão sempre em sua correnteza, para um rio ainda maior, e esse, para o mar;
Saiba mais…

EM ÊXTASE OU LOUCURA.

EM ÊXTASE OU LOUCURA

Havia tanta dor, ressentimento,
Havia tanta tristeza e amargura,
Havia tanta dúvida no pensamento
E medo, solidão e falta de ternura...

Pairava sobre o abismo dos desejos
A ausência de carinhos e de beijos,
A ânsia de aconchego e d’emoção,
A falta de alegria sorrindo no olhar...

Tudo era frio, sem sentido, sem poesia
Era disforme, descolorido, sem enleio
Sem o odor do cio e o cheiro de magia,
Sem esperança de sonhos e devaneios

Que dessem à alma, brilho, e luz ao pensamento,
Que transbordasse a pele e enfeitiçasse o ser,
Que aproximasse os corações desabrochando a flor
Que fosse a razão de quem namora a lua...


E vendo que faltava algo sublime...
Pensou em seu momento de inspiração
‘Preciso dar sentido à vida, perfume e cor.’


Então consigo, disse pois, o Criador:
De mim entrego a todos o maior gozo
Na minha plenitude entregai-vos,
Amai-vos com alegria e prazer...

Em êxtase ou loucura, se faça o Amor!

By Nina Costa, 03/10/2017

Saiba mais…

O SILÊNCIO DO POETA

        

Em homenagem póstuma ao amigo poeta Luis Carlos Ammirabile Facuri Filho (*FACURI)

O SILÊNCIO DO POETA

Quando o poeta silencia,

Quando desnuda sua poesia

Tudo ao redor se cala

A natureza reverência

Ao Mister Silencioso

E nossa lágrima é poema

Desse silêncio comovente

Da tristeza e da saudade

Gritante dentro da gente...

Tão cedo largará a pena

Indo ser menestrel no céu

E no silêncio dos astros

Deixa lá seu fino traço

De nua poesia estrela,

Inteligente e perspicaz

Em silêncio se traduz,

Beleza, amor e paz.

Mesmo sendo ele ateu

Desejo com muita dor,

Vai com Deus, belo rapaz!

Sentirei saudades suas,
Amigo Silencioso.

       

       By Nina Costa, in 04/11/2017               

                 
Saiba mais…

BRUXARIA

BRUXARIA Jogarei meu feitiço sobre ti. De mim não poderás fugir. Prender-te-ei em minhas secretas teias, Na noite de lua cheia, Ao som evanescente De uma sensual melodia.
Saiba mais…

CORPO IDEAL

CORPO IDEA L O corpo ideal é o que veste minha alma E comporta meus sentidos. É o que atiça meus sentimentos E responde aos desejos de meu coração. É o que vibra como cordas de uma lira Ou igual às de uma guitarra frente umas hábeis mãos.
Saiba mais…

DEIXE ESTAR

Resultado de imagem para O AMOR DESPERTANDO O DIA

Deixe estar

Que o sol vai brilhar neste céu
Outra vez
E antes que o dia se finde,
Faremos um brinde
Ao mais puro amor,
Escreveremos mais um poema
Em forma de flor,
Em gosto de sorrisos,
Com o cheiro de esperança,
Com pigmentos de luz
E tudo o que for preciso
De tudo o que nos seduz
Ao despertar da alegria.
Deixe estar, seremos versos
Da mais linda poesia.


By Nina Costa, in 21/10/2017, às 21h 25 min.

Saiba mais…

SEM TI...

Resultado de imagem para faixas divisórias para blog     Sem ti...

Sem ti, saudade há de doer-me

Como na carne corroída por um verme

A se desfazer ante tão grande dor...

Resultado de imagem para faixas divisórias para blog

Sem ti,  até o sol em minha epiderme

Se turvará assim que ver-me

Desabrochando tristeza em flor...

Resultado de imagem para faixas divisórias para blog

Então hás de saber que só o sorriso teu

Resultado de imagem para faixas divisórias para blog

Me faz feliz, tira o amargo do adeus...


By Nina Costa, em 03/08/2916
                              
N.A.: criado à partir do mote "Sem ti, saudade...", na Oficina de Indrisos da CPP.
Saiba mais…

DECODIFICA-ME

 
Imagem relacionada
DECODIFICA-ME


O que escrevo sou eu
Minha letra revela partículas de mim organizadas em grafos
Grafadas, psicografadas pelo meu ego.

Se estou feliz,
As letras esboçam sorrisos
Nos cantinhos de suas extremidades
Se estou triste, elas choram
E transbordam a folha umedecida
Se canto, elas dançam
E exalam melodia no ímpeto do ritmo...

Eu caibo dentro de cada palavra que escrevo
Mas também as transcendo
E viro reticências...

Na despetalada flor do bem ou mal me quer
Eu sou a flor mulher cujas pétalas se espalham
Pelas linhas em forma de versos.
Apaga-me os versos, arranca-me a alma...
E eu serei poesia ainda no mundo das ideias
Platônica e ensimesmada...

Se minha letra te fere,
Se minhas palavras te ofendem
É porque em algum momento
A ensinaram ser punhal...

Se elas te beijam e te acariciam
É meu amor que te procura
Acima de nosso bem e de nosso mal...

Sou o que escrevo como anagrama de mim
Decifra-me e entenda minhas luas
Aceita-me e doma minhas feras,
Ou te devorarei
Porque estou escrita assim...

Minhas reticências dizem mais
Mais do que teus olhos podem ler
Decodifica-me!
Pois desde o início estou escrita pra 'VOCÊ'.
By Nina Costa, em 21/07/2013

Imagem relacionada

Obs.: O emprego da palavra "VOCÊ", neste último verso, gramaticalmente, está incorreto.
Porém usando-me de licença poética, quis demonstrar nesse uso em lugar da palavra  "TI", aproximação e familiaridade, identificação.
Saiba mais…

"EU TE AMO PORQUE TE AMO"... POR QUE TE AMO? PORQUE TE AMO.

Imagem relacionada

Resultado de imagem para faixias divisórias para blogs

"EU TE AMO PORQUE TE AMO"... POR QUE TE AMO? PORQUE TE AMO.

(Carta)

Amado meu,

“Eu te amo porque te amo”... Por que te amo?  Porque te amo.

Em nossa conversa numa tarde virtual, depois de vários dias sem  teclarmos, sem nos “vermos”, discutíamos as muitas razões do amor e o “nonsense” de nos amar à distância de corpos, de idades, de condições emocionais, físicas, contratuais.

Pensei (depois desta conversa), refleti, e por fim cheguei à  firme decisão de esquecer as muitas razões de amar e, simplesmente, amar, enquanto o amor cabe em mim, enquanto o amor está em mim e me enleva, porque o Amor a si se basta, em si transborda.

Apropriei-me como argumento desta decisão do pensamento do poeta Carlos Drummond de Andrade  que diz: ”Eu te amo porque te amo./Amor é estado de graça /E com amor não se paga.” E este “Amor foge a dicionários/ E a regulamentos vários.” Portanto, amado meu, não carece de explicações, não pede razões ou definições, simplesmente necessita que se sinta, se viva, se ame, por mais estapafúrdio que seja este amor.

Eu não escolhi te amar, o amor nos escolheu, e nos fez cúmplices de nos querer mutuamente, alheios à distância física e geográfica que nos separa, à diferença de idades que nos classifica e nos limita, aos contratos sociais que nos impedem ou nos cabulam moralmente; inocentados pela fibra virtual de amizade, carinho, afeto e dependência que nos une numa integração que chega a ser supra real, apesar de virtual.

Assim, amado meu, eu te amo porque te amo, por mais estapafúrdio que seja em nosso caso o verbo amar, por mais nonsense que seja te amar sem poder te amar, e por ser um amor sem esperanças, ... eu  te amo, porque te amo e ponto...
Irene Cristina dos Santos Costa - Nina Costa, 28/05/2011
Resultado de imagem para faixias divisórias para blogs
Saiba mais…

"QUEM SOIS?"

Resultado de imagem para quem sois vós, amor

Resultado de imagem para faixinhas divisórias para blogs


"QUEM SOIS?"


Às noites que divagas, indolente.
Levando ao peito, do cupido, a lança.
"Quem sois?", sei que perguntas em tua mente
Ao ver-me na moldura da lembrança.



Eu sei que sonhas-me feito criança
Que não sabe lidar com o que sentes...
Eu sou a luz da lua, a brisa mansa
Eu sou o desejo forte e envolvente.



Indagas-me ao próprio pensamento,
E ensimesmado co'a mente difusa,
No fundo de tu'alma me procuras.



Descobres-me nos vários sentimentos
Sou tua amada, tua eterna musa
Teu sonho, teu amor e tua loucura...


Nina Costa em 27/10/2014
Resultado de imagem para faixinhas divisórias para blogs
Saiba mais…

VERSO

Resultado de imagem para HÁ UM VERSO ESCONDIDO

Verso

Há um verso guardado
No fundo da alma trancado
Não por correntes ou chaves,
Tampouco algum cadeado.
Esse verso escondido,
Em meu âmago guardado,
Se faz frágil pra mim mesmo,
Rijo no amor que se cala
Fio de ouro emaranhado
Nas tramas do meu passado,
Nesse peito apaixonado
Verso submerso, inverso,
Sem poeta inspirado...


Nina Costa, 19/09/2017

Saiba mais…

VERSO SEM FIM

VERSO SEM FIM

 (Soneto)

Pudera eu amar tão fortemente
A ponto d’ empalidecer a rosa
Nos versos de amor, os mais frementes.
Nas cartas que t’ escrevo, tão ditosa.

Quisera ser-te à alma, inerente
O tema principal de tua prosa,
Ao peito, ser o teu fulgor  latente
No íntimo, a força mais airosa...



Em sonho eu espero ser assim
E te amar por mais-amar, além
Desde o amanhecer à alvorada

Fazer deste amor verso sem fim.
Ser tão somente tua,... Mais ninguém!
A musa, a amante, a namorada...

By Nina Costa, in 21/08/2017

Saiba mais…
CPP