Posts de Selda Kalil (94)

Éramos nós

Éramos nós

 

Dancei em cima da vida
Permiti-me ser dona das minhas vontades
Abusei das minhas vaidades
Deitei em cima do meu egoísmo
Ignorei-me a qualquer prejuízo

===============================

Os pássaros voavam sobre mim
Cantavam aos meus ouvidos sem audição
Sem noção perdia-os na contramão

================================

A chuva soprava sobre minhas vestes
Deitava-me nua sobre a terra
Lapidava os meus ouvidos
Alertava-me do perigo

==============================

Não estou dirigindo diretamente a mim
Estou falando de mim, de você, de nós.
Sintonizem-se!

======================================

Estragos do passado não nos tornam bandidos
Ou nós o arquivamos em concordâncias
Ou seremos escravos deles até o fim dos nossos dias.

 

 

Saiba mais…

A vida...

Resultado de imagem para imagens da vida ontem e hoje

A vida...

 

Meados dos anos 80... Jovens privilegiados

Estradas empoeiradas, pés no chão.

Comunicação politicamente orgânica

Ninguém se sentia ludibriado

-------------------------------------------- 

Hoje vejo tantos malfeitores

Um mundo cruel que amedronta

Governantes medíocres...

Corja de porcos fora da lei

Sufocam-nos...

Matam-nos precocemente

------------------------------------------------- 

Ontem... Valeu a pena viver!

Hoje...  Gerar vidas é multiplicar problemas

Vivemos a cada dia sabendo de um amanhã nada promissor.

--------------------------------------------------------------------------------- 

Só nos restam à esperança,

De morrer com dignidade.

Sonhar que a próxima vida...

Venha repleta de homens sábios e honestos.

---------------------------------------------------------- 

O mundo se arrasta ao nada consta

A humanidade perdeu a paz

O inferno se propagou sobre a terra

Saiba mais…

Você não me ensinou a te esquecer...!

Resultado de imagem para IMAGENS DE CARTAS SOBRE A MESA LOVE

Você não me ensinou a te esquecer...!

As cartas estão sobre a mesa

Embaralham-se com presteza

Meus olhos se acendiam

Arrisco um tiro incertivo

---------------------------------- 

Escolho naipes sem tino

Escorregam-se em mãos erradas

E num piscar de olhos

Perco o jogo nesta emboscada

 ---------------------------------------------

Bati o martelo com força

Arranhei-me nesta batalha

Amorteci-me sem muitas escolhas

Abandonei o jogo quebrantado

------------------------------------------ 

Sem culpas precisas descubro.

Que dentro do meu viver...

Você não me ensinou a te esquecer...!

 

Saiba mais…

Tempo

Só se aprende com o tempo quando dá tempo O tempo não espera seus acertos com a vida. Não te espera assentar e tentar se ajustar Ele é de fato atroz e não nos amenizam.
Saiba mais…

SOU MINEIRA UAI...!!!

SOU MINEIRA UAI...!!!

Sou mineira, Sou roceira.

Sou lenheira, sou brejeira.

Caipirinha do sertão

Sou uai de coração

Só sei falar atravessado

Muito rápido e embolado

Pois uai é nossa língua

Seja certo ou errado

Soam uai pra todo lado

 

Baianada eu não sou não

Paulistana muito menos

Carioca é complicado

Eu não vou mudar de lado

Tem pião pra todo lado

Pão de queijo e feijoada

Uma sanfona e uma viola

É forró a toda hora.

Mineirinha na janela

Aprecia seu pião

Joga beijos e sorrisos

Arde fogo coração.

Hoje tem festa de São João

Tem fogueiras tem comadre

Tem folia tem quentão

Pão de queijo e milho verde

E a folia do baião.

ETA mineirada danada

É muier pra todo lado

É pião esparramado

Quando juntam a prosear

Só uai que vai rolar

SELDA KALIL

Saiba mais…

A menina e o vento


A menina e o vento

Sou pequenina
Das pernas grossas
Vestido curto...
Papai não gosta
===============
Sou atrevida...
E vivo no ar.
Mamãe reclama...
Mas deixa pra lá.
================
Sou normal...
Simples natural
Se bem me quer
Ou se mal me quer
Sou menina...
Sou mulher.
===============
Vivo do amor...
Sou cheiro, sou flor.
Natureza me guia...
Sou canto, sou poesia.
================
O vento que sopra
Me leva e me mostra
Que posso voar.
Sou a leveza...
Para o vento levar.
================
Tre lê lê...Tra Lá Lá
Vem pra cá...Vai pra lá
É o canto do vento
Comigo no ar.

 
Selda Kalil 
Saiba mais…

Minha alma... Meu guia!

Minha alma... Meu guia!

Minha alma... Meu guia!

Jogam minhas cartas sem desacato.

Minha sombra ás vezes confusa

Perde-se em volta dos meus contatos

==========================

Meu olhar um tanto confuso

Distrai-se rente á solidão

Minha alma sempre corrige

Os maus tratos sem colisão

==========================

Meu olfato um tanto desarmado

Perdem-se em essência as degustações

Minha alma entra em ação

Distribui-as com perfeição

=========================

Em alma corpo e espírito

Num comando às vezes confuso

Presto contas ao meu mentor

Minha alma... Meu guia redentor! 

Saiba mais…

Eu...Simples assim !

Eu...Simples assim !

Sou a simplicidade autenticada

Que a vida autografou

Deixo que o tempo se encarregue

O que de tosco me passou.

===================== 

Sou daqueles que me aceitam,

sem rabiscos ou danificações

Deixo a vida me levar dentro dos conformes

De forma mágica, única e uniforme

=========================== 

O vento carrega meus pensamentos

Envaideço-me nestas conjunturas

Solto o verbo da minha alma

Sem espaço para qualquer amargura.

========================== 

Sou a simplicidade sem demagogia

Não me preocupo com propagações

Um Deus grandioso já me avalia

 

Sou assim... Simples assim !

Saiba mais…

Teu olhar...

Related image

Teu olhar...

 

Meus pensamentos são lógicos

Mesmo sem exatidão, são óticos.

A visão às vezes relapsa nos engana

Relata e nos repassa falsas ideologias

==========================

Nem sempre os fatos são exatos,

Quando as matemáticas são confusas

Há facetas múltiplas e inconvenientes,

Que contestam nosso inconsciente

============================

Um olhar quando distraído sonega sua visão

Perde-se na escuridão dos sonhadores

Ignora seus interesses pela falta de atenção

=============================

Os olhos nascem, transmitem, abraçam e sonegam

E se identificam rapidamente

Saiba mais…

O amor existe !

O amor existe !

Eu preciso que você fique
Não acho possível viver sem você
Tentei me enganar desde o princípio
Não há argumentos que justifiquem
===========================
Sei que também quer ficar
Somos almas conexas alinhadas
Direcionadas em adições exatas
=======================
Dê-me tuas mãos
Entrelace-as sem zigue-zague
Aperte teu coração no meu
Numa simples percepção
Nossas almas engrandecem
E se agradecem.
=======================
Sombras que se anexam, refletem-se...
E se fotografam sem nenhuma modéstia
============================
O amor é lindo! Ele existe sim!
Descubra-o e resolva sua vida

 

Saiba mais…

Raridades

Related image

Raridades

Os cristais lapidados estão escassos

São raridades contáveis em nosso espaço

Lamentavelmente vale quem pode mais

Quem nada pode se perde sem opção

========================== 

Até as flores perderam seu valor

Maltratadas, substituídas pelos topázios.

Entristeceu-se, não mais floresceu.

Perdendo o homem o que de fato era seu

 ============================= 

Os humanos estão se enterrando aos poucos

Se maltratando neste solo tão substancial!

Como se fossem lobos famintos sem identidade

 ====================================== 

Provavelmente estamos resumidos há menos dias

A poluição, os fracassos e as desilusões batendo as portas.

Chegando com pratos recheados e matando-nos precocemente

Saiba mais…

Irracional amor..!

 

Irracional amor..!

 

Outra vez você ousou

Enfeitiçou-me.

Embebedou-me.

Você é forte , me puxa

Eu luto , reluto...

Empurro, rebato...

Sou fraca...!

Caio em teus braços

============

Amor bandido!

Não te quero...

Desespero-me.

Grito meu não !

Soluço baixinho meu sim.

Luto por mim...

Mas sou contra o fim.

 =================

Tomo um banho gelado...!

Tento disfarçar-me.

Coração fica doido

Condena, acalenta

Abraça-me com pena

=============== 

Um choro contido...

Sofrido e doído...

Que dorme em mim.

Luta e reluta...

Engana e condena-me.

================== 

Amor imortal...

Bandido,cruel

Tão meu...!

Tão irracional!

Saiba mais…

Além da imaginação!

 

Além da imaginação!

 

O tempo passa, fico louca.

Meus traços tortos me amedrontam

Corro para um escuro sem futuro

Meu espelho que antes me sorria

Virou-se do avesso, infernizou meus dias.

Difícil aceitação esta droga envelhecida

==========================

Subo no meu altar...

Rezo mil Aves Maria contra tal evolução

Oh. Santa sobrevivência !

São as rugas, minhas torturas.

Hilário pensar nestas conjunturas

============================

Oh... Bendita Reencarnação !

Talvez se vingue no além

Sou justa causa que se move

Retorne-me, renove-me!

=======================

Vou à fé desta loucura

Mais uma vivente que se tortura,

Sou uma eterna sonhadora que viaja

Além da imaginação!

Saiba mais…
CPP