Poesias

CATARSE

CATARSE

Meu corpo inflama as línguas de fogo
Com que me lambe laborando, entre
Lufadas de beijos, lúdico jogo
No vaivém de seios, mãos e ventre.

O seu desejo chama salamandras
Do ar a lhe insuflar no corpo inteiro
Ardor fruído em vontades malandras
De que, amante, sou dono e meeiro.

O prazer a lhe varar, por entre as coxas,
Os sentidos e a crispação das pálpebras
Que se prendem no auge das forças,
Vai além do que mensuram as álgebras.

Mas, após ultrapassar o impreciso,
Voltam, refluxo de onda, a espraiar-se
Pelo rosto absorto em um sorriso
Os sonhos colhidos nesse catar-se.

(E. Rofatto)

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

E. Rofatto- formatação by livita

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Uau!!!!

    Contagiante demais!!!

    Obra de arte feita com total esmero, sensibilidade e talento admiráveis!!!

    Aplausos Mil!!!!!

    Boa noite, poeta!

    • Grato, Aparecida! Um prazer recebê-la em minha página fazendo uma apreciação tão elogiosa do meu texto. Obrigado, mesmo! 

  • Encantada! Sem palavras para falar sobre tão bela obra! 

    A sensualidade de forma comedida, dá-nos toda a dimensão

    desse fervoroso e erótico amor! Como Marso, digo: só um

    grande poeta sublima o sexo de forma divina! Beijos...

    • Grato, Mena! Como o seu talento, a sua gentileza é imensa: fiquei muito lisonjeado com a sua presença e com o seu generoso comentário. Bj !

  • Um doce encanto onde os desejo se inflama loucamente, os grito de amor se sussurram

    • Grato, José Carlos! Como bom poeta, você sintetizou perfeitamente o meu texto: um encanto inflamável, um grito sussurrado!

  • Só um grande poeta sabe sublimar o sexo de uma forma tão esplêndida e tão divina! Minhas reverências e aplausos!

    • Grato, Marso! Receber um elogio como esse, sendo você a poeta que tanto admiro, é motivo de honra para mim. Obrigado!

  • Puramente embriagante! Cumprimentos pela lubricidade derramada dentro de toda a sua composição. Um homem jamais recuaria de uma mulher tão desejosa. Incêndios às vezes são inevitáveis, mestre Rofatto – kkkkkk – bem diante da falta do Rivotril não sei o que vou fazer. Só entrando dentro da geladeira!

    • Grato, Sam!  Rsrsrs, que delícia de comentário! Rsrsrs Se faltar energia, a geladeira esquentará... Modeussss!!! Só lendo o jornal (caderno de política, de preferência) para baixar a temperatura e nem se lembrar do Rivotril !!!!! Rsrsrs

This reply was deleted.
CPP