Inspirações

30 moedas - Prosa poética - Veraiz Souza

 

Era uma quarta-feira
Jesus reuniu seus discípulos
Pois sentia que estava chegando ...
A sua hora de partir.
Quis ter uma última conversa com eles
Todos ao seu redor
Ele falava e deixava a cada um
Uma missão a cumprir....
Todos tristes, indignados, cabisbaixos
Não perceberam que um deles
Saía sorrateiramente
Era Judas Escariotes
Tinha um pensamento
que não lhe dava paz
30 moedas ...
Entregou o seu amigo

Disse ao Chefe dos Sacerdotes
 Onde estaria Jesus na Quinta-feira
Voltou para junto dos amigos
O sangue já lhe fervia nas veias e não conseguia
Encarar Jesus, seu amigo que tanto o amava
30 moedas....30 moedas...30 moedas
Já não era mais dono de si
Essas 30 moedas, já o atormentavam
O que fizera, porque fizera......???
Por 30 moedas

Veraiz Souza - 27/03/2018

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Veraiz Souza - Pai -

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores Adm

  • QUE BELO VERAIZ!

    APLAUDO DE PÉ SEUS VERSOS TÃO VERDADEIROS

    BEIJOSSSSSSSSSSSSS

    • Grata Ciducha pela visita e comentário.

      Fico feliz que gostou de meu poema.

      Abraços carinhosos

      Veraiz Souza

  • A deslealdade é um dos atos mais degradantes que um homem pode cometer contra o seu amigo. A deslealdade de Judas foi uma perversidade abominável e ele acabou cometendo suicídio. Que Deus esteja com todos nós sempre!!!

    • Sim SAM, essa História de Cristo é um mistério e por mais que a lemos o que vem em nossa mente é o Amor dEle para a Humanidade.

      Nessa semana de Reflexão, tomemos como nossa todas os valores negativos que aconteceram naquela época. Pois ás vezes fazemos

      também contra nossos irmãos o que Judas fez a Jesus. Ás vezes as pessoas que mais amamos, são aquelas que nos traem e nos deixam

      mortalmente tristes. Como você diz....- Que Deus esteja com todos nós sempre.

      Grata pela visita e comentário sempre com muito carinho.

      Abraços de Veraiz Souza

This reply was deleted.
CPP