Inspirações

AMANTES

Ainda em minha mente

O perfeito encaixe dos corpos

Em completa união

Com movimentos ritmados

Cadenciados à exaustão

 

O suave roçar das peles

O partilhar das volúpias

Os espasmos e requebros

O multiplicar das carícias

A consumação das delícias

 

Os silêncios entrecortados

Por gemidos descontrolados

Revelando desejo, lascívia

De corpos tresloucados

Em esplendorosa harmonia

 

O enlace de pernas e braços

O sugar de bocas e lábios

O sorver dos humores que brotam

Na consumação dos orgasmos

A mitigar a sede dos corpos

 

O suor brilhante na pele

Os corpos exangues largados

A confiança no amor conquistado

As juras sem fim sussurradas

O prazer dos desejos gozados

F J TÁVORA

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Estonteante poema! Sensual e belo.Parabéns

  • O versar perfeito de dois corpos em harmonia com o amor e os desejos. Meus parabéns Poeta Francisco Távora. Um abraço.

    • Obrigado, caro poeta, pelo comentário.
  • Gestores Adm

    O poema descreve a proposta do título, de uma estrofe para a outra evolui de forma sensual.

    Bonito poema.

    Parabéns, Francisco.

  • Um poema fabulo, onde o desejo grita e essência de um insano prazer

    Imagem relacionada

  • Deixar fluir o erotismo por uma indisfarçável veia naturalmente poética é uma proeza de quem entende as realidades concretas pelo prisma da sensibilidade abstrata!

    E essa sua poesia, Francisco, ainda vem no invólucro da elegância vocabular! Um deleite!

    • Encantado com o elegante comentário expresso com invulgar maestria, caro Edvaldo. O elogio espontâneo de um poeta de nomeada a meu singelo trabalho constitui um extraordinário estímulo. Muitíssimo obrigado.
  • Gestores

    Meus aplausos.

This reply was deleted.
CPP