Poesias

AONDE ESTÁ VOCÊ...

Aonde está você...

Que caminha em seus passos longos, certos no pisar,

incerto na direção, presente a conquistar, futuro a definir...

coração que voa, sai do chão, pensamentos soltos que seguem, prosseguem e se vão...

ao longe, quebrando barreiras exteriores, que agitam e cogitam a sua volta,

em meio aos sons, barulhos que ecoam, passos, vozes, pessoas, movimentos mudos, perdidos, num tudo,

que sobressaem entre as ondas que passam, vindas de um mundo surdo...

Aonde está você...

Que se vê envolto as circunstâncias imparciais,

mas que ainda consegue conter o viver e o sobreviver do sonho de uma outrora criança,

que respira e aspira cores que brilham, pelo pulsar de um coração que sente...

que mesmo no enfrentar de ventos contrários,

persiste e persevera a qualquer custo o traçar das linhas do seu mapa,

certo a cumprir seu real encontro...

Aonde está você...

Que pensa muito antes de agir, mas que num ímpeto fora do tempo, ora age sem pensar...

personalidade forte, que muitas vezes o deixa na sorte,

pois a razão foge e descontrola a visão,

fazendo então, divisão, entre o real e a imaginação...

Aonde está você...

Que contem uma oculta branda alma, frágil, se sente tão pequena, diante do seu ser...

se esconde numa aparência de gigante, se cala,

para proteger seu cálido pensar, sentir, que vive numa luta interior,

querendo tão somente aflorar, desvendar, falar e simplesmente sem medo, amar...

Aonde está você...

Que segue sem perceber, que tem um doce sorriso, que encanta,

que como manta acolhe e faz todo o frio passar...

um sorrir verdadeiro, que invade a alma e conquista por inteiro...

Aonde está você...

Que gosta de viver em seu mundo particular, longe de todo desassossego,

mas que não consegue controlar a falta de sossego de seu interior ser,

alma inquieta, que geme, ora grita e só se acalma ao som das notas de uma tão apreciável melodia,

que toca no profundo ritmo do seu coração, bálsamo que derrama, escudo, refúgio,

introspecção que oscila entre, um grande adulto e uma pequena criança que dança, esperança...

Aonde está você...

Que tem em sua mão uma pena, que nunca falta tinta,

que com seus dedos hábeis desliza entre papéis e linhas, letras que formam palavras, frases, textos...

rascunhos originais, escritas com olhos que traçam sem máscara o bem e o mal,

que muitos veem, se abalam, mas se calam em seus ocultos testemunhos,

prisão de sentimentos sem ação, pensamentos, ilusão entre o sim e o não...

vidas sem direção, sem definição, que não sabem lutar pelos seus dias...

e assim vai a destra pena, com a escrita dos olhos de um realista...

Aonde está você...

que caminha ao longe, mas tão perto de se ver...

que sonha e luta pelo seu real e ideal viver...

que tenta dia a dia domar o seu forte e descontrolado ser...

que tem um inigualável mover de um doce e mágico sorrir...

que busca se encobrir, mas ao mesmo tempo, tanto quer ver o seu descobrir...

que também traça firmes linhas de um viver sem fronteiras,

que ainda anela ser vivida e definida com o amor da sua vida...

Aonde está você...

alma guerreira, que poucos a conhecem,

mas os que a retem, sabe o valor que tem...

Sim, é você!

*Glaucia Amaral

07/11/17

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Glaucia Amaral

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Parabéns minha querida Glaucia
    Lindíssimo texto
    Beijos
    • Grata Ana Lucia...bjs.

  • Você conseguiu expressar vários momentos e sentimentos que acontecem no decorrer da vida. Lindo demais amiga Glaucia! Parabéns! A paz.
    • Grata amigo Eduardo pelos comentos e pela gentil visita. A paz. Abç poético!

  • Lindo, Gláucia! Um desenrolar de ações que vão perfilando caminhos

    e que chegam, inexoravelmente, a um destino: você! Alma guerreira,

    que sonha, luta e prossegue seu caminho! Muito bom! Beijos!

    • Que bom amiga Mena que gostou, grata, bjssss

  • Aonde está você... alma guerreira, que poucos a conhecem? Se a poetisa Glaucia Amaral continuar assim iremos conhecê-la ainda mais em seus imaculáveis versos. Suntuosíssimo! Estou sem vocábulos! Comovedor por demais!

    • Acho SAM exagerado...kkkk mas agradeço todo carinho amigo. Abç de luz!

  • Um coração que grita os momentos de amor trazidos pelos ventos onde os sentidos se colunam dentro dos olhos dentro do amor 

    • Grata amigo José Carlos pela visita. abç poético!

This reply was deleted.
CPP