Inspirações

Assim traduz...

Assim traduz...

 

A tarde mansa agoniza e se esconde 

deixando o dia lindo longe e aos poucos 

só se ouve um lamentar sem saber d'onde.

D'onde vem esse grito em ecos roucos.

 

Luzes acedem em delírios vãos.

Vozes desafinadas não entendidas,

Dizem ao ar a dor da solidão,

Como a névoa que passa sem ter vida.

 

Assim traduz -se o triste fim do amor,

Sem alegria deixa o coração

levando o ser perder paz e razão.

 

Em altos ais com forte dissabor

desabafa o que fora acalentado.

Deseja descanso...esquecer o amado...

Márcia A Mancebo

(13/04 /2018 )

 

 

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP