Inspirações

Biografia

 

 

 

Resultado de imagem para gifs avesso da alma

 

 

 

Sou plural

se me deparo

com coisas

singulares.

 

Sou oblíquo

longitudinal

rarefeito,

ao avesso

da alma.

 

Me apaziguo

no complexo

contexto

das situações

amenas.

 

Sem alvoroço

ou delongas:

sou poeta,

apenas.

 

 

 

 

 

 

 

 

Rui Paiva

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Adm

    E és, por execenlencia, um grande poeta.

    Lindo poema.

    Parabéns!

    • Uas palavras me acalantam, Edith!

  • Lindo demais, como diz uma amiga.

    • Sempre bom tê-la em minha página, Margarida!

  • Tudo se traduz em sentimentos pelo poeta, verdadeira maravilha

    • Sempre bem-vindo a esta página, José Carlos, obrigado!

  • E que poeta!!

    Aplaudo de pé!!

    Bjsssssssssss

    • Obrigado pelo carinho, Ciducha!

  • Muito bom Rui, e és um excelente poeta. Parabéns!

    • Obrigado pelo carinho de sempre, Marta!

This reply was deleted.
CPP