Inspirações

DESVELO...



Venha querido
Vem amar-me em meio às estrelas
Não peça permissão às horas, 
nem à Deus
...nem à mim.
Ama-me mesmo quando eu não disser sim.

Tu entendes os meus silêncios
Ouves o meu olhar como ninguém mais
Entendes o dialecto do meu corpo
Decifras todos os meus enigmas
Tu, meu doce bem,
é todo o bem que há em mim!

E quando eu estiver quieta
faça festa nas minhas entrelinhas.
Estando eu séria, borda sorrisos na minha boca
com a boca tua...
Cheira meus cabelos
Beija a ponta do meu nariz.
Ternura que eu sempre
quis.

...E quando eu estiver pronta, me leva às nuvens,
tão alto, tão alta,
embriagada na tua saliva,
inocentemente lasciva,
eternamente cativa
do amor teu
nos versos e mundos meus. 

Sim meu bem...
Ama-me até a lua se despedir do céu de breu
e o sol nascer nas curvas do meu corpo saciado,
devaneado,
pelo apego teu.

Elisa Salles 
( Direitos autorais reservados)

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • É QUANDO A ALMA ANSEIA POR SUA ALMA GÊMEA PARA QUE AMBAS SE COMPLETEM!...

    É A MARAVILHA DE AMAR E SABER SER AMADA!...

    É  A MARAVILHA DE DEIXAR VOAR A ALMA NAS ASAS DA SUBLIME INSPIRAÇÃO;

    LOUVANDO O MAIS SUBLIME DOS SENTIMENTOS!...

    APLAUSOS.

  • Flutua me um aquilo, toso o aquilo que nosso corpos sentem, quando se fundem naquele deliciosos desejo

  • Belíssimo!!! Parabéns!!!
  • MARAVILHA!!! APLAUSOS MIL!!!  

    Imagem relacionada

  • Adorei o seu poema Elisa!

  • Uauuuuuuuuuuuuuuuuuu,que versos lindos!

    Amei e aplaudo de pé

    Bjs

This reply was deleted.
CPP