Poesias

Dueto: Amor... vem me buscar - Angélica e Frederico de Castro

Amor... vem me buscar...

 

E o sol se faz presente com todo esplendor

ilumina a terra com matizes laranjas multicor

traz a magia, o encanto de castelos e reinos

perdidos em meio à vegetação espessa...

 

Ali, em meio à toda aquela beleza escultural

está um coração contristado, tristeza sem fim

à esperar por teu amado, teu sonhado príncipe

que um dia lhe jurara amor eterno e leal...

 

A esperança é o único consolo de sua alma aflita!

Que busca no horizonte um sinal, pequeno que fosse

de que perto está teu amado, a procura-lhe avidamente

por entre as janelas que despontam para tão belo espetáculo!

 

Sua espera não é em vão... o amado a buscar-lhe está!

Deslizando pelos ares, silenciosamente, à procurá-la...

A resgatar aquela que lhe roubou os sonhos e que

deixou seu coração cheio de amor... de desejos deveras!!

 

Sorrateiramente, desliza pelos céus em teu balão imponente...

 À espreitar cada canto daquele cenário de conto de fadas,

encontrar-se-ão, com certeza, o amor os conduzirá...

E então, toda a tristeza findará e todas as juras se farão

verdadeiras e o amor desejado, consumado será!

 

Maria Angélica de Oliveira - 18/06/16

 

Amor vem me buscar…

 

Irei devagarinho pra teu sono despertar

Chegarei de mansinho mirando-te num cálice

De luz pousando na minha estante de desejos onde

Te arrumo com saudade e carinho

 

E decerto irei recriando ousadas palavras com

Que adocico o cio dos teus silêncios desesperando

Pelos meus no perfumado jardim plantado na essência

de cada pétala por ti se enamorando

 

Antes mesmo que o tempo se ponha em fuga

E me preenchas todos os vácuos onde guardo o

tecido pranto das palavras apaixonadas

te deixo implícito estes versos à mercê

De uma gargalhada de espanto

 

E assim prometo chegar a todos os teus recantos

violando cada espaço insano onde nos atrevemos

a amar torturando-nos com abraços percorrendo nossas

fronteiras em cada emoção murmurando baixinho

Amor...vem me buscar e eu com certeza direi

Eis-me aqui...estou a caminho

 

 Frederico de Castro 23/06/16

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Angélica

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Minhas reverências a esta obra magnífica.Um primor de sintonia.Parabéns!

    • Obrigada Sirlânio!

  • Magnífico dueto! Aplausos poetas!

    • Obrigada Marso!

  • Fascinante dueto! Uma sintonia perfeita entre os poetas.

    • Obrigada Lilian!!
  • Maravilhoosooooooo!!

    Aplausos de pé poetas 

    Bjs

    • Obrigada Ciducha!
  • Que dueto encantador, meus aplausos Poetisa Angélica. Um abraço.

    • Obrigada Ricardo!!
This reply was deleted.
CPP