Inspirações

E por falar em inclusão...

E por falar em inclusão...

Normal?
O que é ser normal neste mundo atual?
Um mundo onde cada um
Tem as suas diferenças
Suas particularidades,
Seus costumes, suas crenças
E o que dizer dos detalhes que cada um possui, afinal?
São olhos que pouco enxergam, ou nada veem!
São ouvidos que se silenciaram...
Lábios que se calaram ou nunca falaram...
São braços, são pernas, são mãos
Que não existem ou então
Não mais desempenham bem sua função
Isto nos faz diferentes ou menos importantes, talvez?
E o que dizer dos sentidos, do cognitivo que ninguém vê?
Será que por isso não sou igual a você?
Normal?
O que é normal?
É fingir que nada vê?
É não oferecer condições
Para quem quer aprender, e se locomover e viver?
Normal?
O que é normal?
É discriminar?
É ironizar?
É rejeitar?
Por causa de um detalhe
Que talvez falte em mim
É assim?
Então, meu irmão, se isto é ser normal, fique com sua normalidade, ela não serve para mim... de verdade!
O que eu quero é condições para exercer a minha dignidade!
O que eu quero, simplesmente é igualdade.

Elaine Márcia.

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Adm

    O problema, Elaíne é que as ações não batem com o discurso. Fala-se uma coisa e pratica-se outra.

    A normalidade permeia o campo daquilo que se padroniza como sendo normal, de modo que se alguém nasce surdo já é considerado deficiente este tipo de olhar é mutilante e excludente.

    Aplausos para teu texto reflexivo.

  • O que é mesmo ser normal? Não existe normalidade. A linha que separa a lucidez da loucura é tão tênue que pode ser ultrapassada a qualquer momento, mesmo para os que não são considerados loucos. Mudo, surdo, cego, maneta, perneta ou seja lá qual for a "deficiência" não é um anormal. Anormal é quem olha para as diferenças como se fossem defeitos. Infelizmente as pessoas estão condicionadas a não ver as outras, ver, apenas, o que elas têm de diferente.

    Espetacular, teus versos, Elaine!

    • É exatamente isto que penso, Marso!

      Obrigada por agraciar-me com sua visita e comentário!

      Abraços flor!

      : )

  • Elaine que maravilha de poesia estou encantada adorei bjos...

    • Obrigada Eudalia!

      Você é um doce de candura!

      Abraços flor!

       

      : )

  • Estimada poetisa Elaine, prefiro ser um louco sonhador cheio de sonhos, do que ser uma pessoa normal que desde muito esta morto por não sonhar. Muitas pessoas julgam os loucos, e esquecem que a normalidade é apenas um ponto de vista. Belíssimo para um maluco beleza!

    • rsrsrs... É isso aí, Sam! Captou bem a mensagem!

      Abraços meu lindo!

       

      : )

This reply was deleted.
CPP