Poesias

Eterno Despedir - TautoAcróstico

Eterno despedir – TautoAcróstico

.

E ntristecida, estou em espera

T ateando, traduzindo tolices

E xilada, entediada, estagnada.

R ude residente, rompendo realidades

N esta nostálgica natureza nauseabunda.

O lho, onde olvidar oportunidades?

.

D evaneios divergentes deste dileto destino

E nveredado em escrupuloso exílio...

S útil satisfação sinto, saudosista

P erene perseverança, paixão peculiar...

E mbuste efêmero em eminente expectativa

D eleite deveras displicente, despojado

I nsiste incitar irredutível insanidade

R esplandecendo resquícios regojizantes.

.

Maria Angélica de Oliveira – 15/11/17

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Angélica

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Uma angustia dentro do corpo que fica quando a solidão nos toca. A amrgura do tempo faz nosso ser muito sofrer, quando amor se despede deixando o desprazer. Lindo poema todo sentimental

    • Obrigada Jose Carlos.
  • Que beleza,parabens Angelica

    Aplausosssssssss

    bjssssssss

    • Obrigada Ciducha por tua sempre tão carinhosa visita!!

  • Está se especializando, heimmmm!

    Muito bom! Eu já me arrisquei, mas não me arrisco mais, acho muito difícil.Ando procurando facilidades...

    Mas o desafio valeu à pena, seus TautoAcrósticos estão ótimos.

    Beijos!

    Nina

    • Nina querida, sabes o quanto gosto dos desafios!!! 

      É de fundir o tico e teco... masssss.... adorooooooooooooooooo!!!!!

      Beijos querida e obrigada por seu carinho e incentivo!!!

    • Imagem relacionada

  • Maravilhoso, Angélica!!!
    Música linda também com o vídeo.
    Parabéns!
    • Obrigada Jilmar!!! Essa música é simplesmente sem palavras!!! Perfeita!!!

This reply was deleted.
CPP