Poesias

Exortação a um Mundo Possível

Imagem relacionada

Oxalá vivamos o suficiente para dizermos sempre: eu te amo!

Sem a intervenção do ocaso do amor, do perdão, do carinho.

Integremos nossos circuitos neurais para expelir o ódio insano,

E obtenhamos de maneira sólida nossos pares sem desalinho...

 

Que prospere a dádiva de recebermos e retribuirmos atenção

Aos que ignoram e desconhecem a energia de um amplexo

Sem tapinhas escusas às costas, sem uma segunda intenção

Sem auspiciarmos nada em troca, seja propina ou sede de sexo.

 

Desvencilhemos todo o véu que encobre a nossa perene lucidez

E encantemos o próximo com o advento sublime da solidariedade

Alcemos, enérgicos, o topo da humildade ante a ilusão que se esfez,

Livres, abriguemos em nossa tenda quem nos inoculou a maldade.

 

Comunhemos da mesma refeição onde se refestelam os convivas

Saudemos à família como vínculo indissolúvel e gerador da raça

Sejamos fiéis aos nossos desígnios e com as mentes sempre ativas

Façamos deste meio um oásis para se viver mediante divina graça.

Rui Paiva

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Um poema belo que exalta o homem a viver a alteridade,

    numa época de individualismo contagiante! Bjs.

    • Grato pela visita e o carinho, Mena! Bjs

  • Quando o homem aprender que Ser é essencial e Ter é consequência, aí, quem sabe, tenhamos um mundo melhor. Parabéns, Rui! Esplêndido poema! bjs

    • Quanta verdade, Marso! Bjs

  • Adm

    Tudo isso é possível se o homem, detentor do sabor e do raciocínio refletir sobre o prejuízo de suas ações sobre o meio e, para além disto, buscar mais a coletividade controlando seus ímpetos de individualidade, pois este fato o escraviza a viver em busca do bem está de seu próprio ego.

    Sê bem vindo de volta!

    Um grande poeta não pode se distanciar da poesia.

    Bela noite! Parabéns pela obra.

    Destacado!

    • O homem é produto o meio; porém a coletividade solidária é solução aos seres pensantes! Obrigado pela grandeza analítica, Edith!

  • Caro amigo poeta me maravilho a cada poema que lei seu. São palavras que vai muito alem dos sentidos, excelente

    • Tua simbologia analítica muito me envaidece, amigo e poeta José Carlos!

  • Rui, amigo querido, um encanto de poema....uma escolha perfeita para um encontro com a paz e com os semelhantes.Parabéns!
    • Obrigado pelo carinho, querida amiga Márcia!

This reply was deleted.
CPP