Poesias

INVENCIONICE

 

Acordei mais nostálgico que o usual

Recordei minha infância, pedaços dela

Lembrei como lamentava a sorte das galinhas no quintal

Que coisa mais tola, ter pena de galinha, que já tem muita pena

Este sentimento era aumentado em datas especiais

Véspera de natal, carnaval, sete de setembro

Ia ao quintal  e via as galinhas indiferentes ao que ocorria no mundo

 fora do seu mundo

Pensei: como é ruim ser galinha

Não veste roupa nova, não ganha presente, não vai a festa, não....

Hoje penso diferente

Não é de todo ruim ser galinha ou qualquer outro animal

Há algumas vantagens, até

Não têm sentimento

Assim, estão imunes aos sofrimentos da alma

Não sentem falta de alguém que gostariam próximo

Não ficam triste

Não têm preocupações

Não têm obrigações a não ser aquelas já demarcadas no genoma

Que as orientam na sobrevivência e reprodução

 

Amanheci com inveja dos bichos

Que não pensam

Que não sentem

Que não sofrem

Não gostaria de ser uma galinha

Talvez um bicho mais garboso

Com certeza do sexo masculino

Já que estou satisfeito com minha sexualidade

 

Tentei, debalde,  imaginar-me um animal insensível

Tentei despojar-me de qualquer sentimento

Do amor ao ódio

Mas eles estão impregnados em mim

Não se livra deles facilmente

Esta é a carga que tenho que carregar

O meu calvário

O preço que pago por minha existência

F.J.TÁVORA

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Os sentimentos ele é viabilizado também pelos pensamentos, as imaginações se completam em realidade, pois cada animal tem seu sentido dentro do universo para com a natureza. Belíssimo poema, mais que encanto

  • Tristes mas belos versos,eu amei!

    Bjss

  • O que sacia a alma não é o muito saber, mas sim a sensibilidade de sentir e saborear as coisas internamente - é dessa forma que saboreio as suas obras com bastante sensibilidade. Congratulações.

This reply was deleted.
CPP