Inspirações

Louco Mundo Louco

Louco Mundo Louco

 

Eu não gosto das coisas pueris mais cantadas

do som e dos longos batuques ritmados

muito menos das foices grenás e dos machados

ceifando almas neste mundo civilizado

 

Eu gosto do rio roto, fétido esgoto

que quente corre viscoso em minhas veias

e que cheio de lodo pomposo e maroto

como ondas sujas que vão morrendo nas areias

 

Eu sou o fel que no mundo vê assombrado

cabeças em buracos como avestruz

nas terras que acreditam que tudo é pecado

 

Onde se rezam por Jesus pregado na cruz

guerras em que crianças morrem nos braços das mães

e onde pessoas comem em lixões como urubus.

 

Alexandre Montalvan

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Alexandre

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores Adm

    Retrato da mais dura realidade.

    Aplausos ao teu momento de criação.

    Reverências!

  • Gestores

    Ostentação exposta vaidosamente de um lado e a fome aconsumir de outro.

    Belo recado Poeta.

  • O mundo é o mesmo, ele é mudado pelas ações do seres humanos

  • Triste,real e verdadeiro!!

    Bjssssssssss

This reply was deleted.
CPP