Poesias

Marsoalex

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Beleza pura sensacional
  • Acho que a todos escapará o conhecimento último da pessoa com quem se relaciona. Um mistério que nos desafia e nos prende, motivo de termos sentidos aguçados para quem elegemos como parceria na nossa caminhada - mas algumas trilhas serão sempre particulares. Bom saber que há quem aceita essa regra (isso também é amor!) que está tão clara no seu poema: a fala do sujeito poético insere alguém na sua experiência, mas só até certo ponto. Não pode ser de outro jeito: na vida ou na poesia, requer-se o respeito à individualidade, senha não compartilhada nem com quem se ama. Amar é difícil, e seu poema disse-me que o amor exige compreensão e entrega: o ser amante dá a chave de quase (quase!) todas as portas de seus mistérios. Amor exige cumplicidade com o desconhecido. Tenho vontade de me alongar, mas paro por aqui. Versos lindos, Marso!

    • Ao poeta é dado esse direito de falar em enigmas ou, deixar nas entrelinhas aquilo que a pessoa (que escreve) nunca  vivenciou, mas que faz parte de seus sonhos, de suas fantasias que a poesia extravasa, extrapola, indo além do não dito... Obrigado! bjs

  • Lindo. Um esconde-esconde de si mesmo.

  • Marso, esse poema é o inverso do outro (Faxina) que limpa tudo, para receber e viver o renovo...

    e este é o que contém tudo.. tendo uma vivencia de aparência, prisão d'alma...

    Amei amiga...PARABÉNS!!! bjssss

  • Mais um poema fabuloso...espelho de uma loucura

    dissimulada escorrendo pelas frestas do silêncio

    APLAUSOS 

    FC

  • Intenso e profundo poema!Parabéns, poetisa

This reply was deleted.
CPP