Poesias

Melodia Desacorrentada

Melodia desacorrentada
 

Sempre serei tua, ainda que não toque a melodia!
Ainda que o tempo, insano, ingrato e lento
nos torne solitários demais...
Ainda assim, serei tua!

Também preciso de ti
precisei tanto, por tanto tempo!
Chamei tantas vezes... nunca me ouviste.
Mas eu te ouvirei, prometo!
Registro tal promessa neste poemeto.

Sou como os rios, que correm todos para o mar
mas já cheguei... não vais chegar?

Estou nos braços aconchegantes do mar
em noites escuras e frias
ou em lindas noites de luar
sempre... eu e o mar!

Volte... volte sempre que quiser
estarei a te esperar,
como a praia espera ansiosa
as ondas que vão chegar...

Ciducha 
 
Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Excelente amiga Ciducha ! A paz.
    • Obrtigada poeta pelo carinho

      Bjs

  • Maravilhoso canto que ao amor encanta e seduz... Palmas e palmas, poetisa!

    • Obrigada quertida pelo carinho

      Beijos nuitossssss

  • Belíssimo poema,Ciducha!
    Parabéns!
    Bjs
    • Marcia grata pelo carinho

      .Bjssssssss

  • Linda melodia amiga Ciducha, parabéns, beijinhos.
    • Obrigada Cristina pelo carinho

      Beijos

  • Lindissimo poema Ciducha

    Beijinhos

    • Obrigada querida pelo carinho

      Beijoss

This reply was deleted.
CPP