Poesias

"MEXERICOS"

Falaram de você...(Que gente à toa)!...
Disseram que foi vista com uma pessoa
que não era eu...(Coisa cruel)!...
Fizeram tanto escândalo...(Oh!...Que horror)!...
Chamaram a você, de “sem pudor”;
e de esposa ingrata e infiel!...

Cravaram a seta do ciúme no meu peito:
aquela que me eleva “ao céu” (no leito)
dizendo o quanto me ama; o quanto bem me quer!...
Estaria, aquela que com o hálito de um perfume agradável,
me beija a boca e mata a minha sede insaciável;
beijando a boca de um outro alguém qualquer?...

Disseram a hora e até o dia...(Não, não mereço)
e pior ainda...me deram até mesmo, o endereço!...
Meu Deus!...Aquela por quem tenho tanto zelo!...
Porém, há algo que não se encaixa nessa estória:
o referido dia, está vivo ainda em minha memória;
tampouco poderia eu jamais esquecê-lo!...

Falaram de você...(Que gente à toa)!...
Disseram que foi vista com outra pessoa;
chamaram a você, de esposa infiel!...
Porém, no referido dia, agarrados
passamos o dia e a noite então trancados;
trancados em um quarto de motel!...

===========================================

(GERALDO COELHO ZACARIAS)

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Kkkk amei teu texto poeta
    Maravilhoso desfecho
    Parabéns
    Bjs
  • Cumprimentos pelo extraordinário bom gosto e também pelas soberbas composições que escreve.

  • O desenlace do enredo é excelente! Aplausos, Geraldo! bjs

    • MUI GRATO AMIGA, A FORMATAÇÃO FICOU ÓTIMA!...

      QUE DEUS TE ABENÇOE.

  • Aplaudindo seus versos,poeta!

    Bjssssss

  • Poema de uma beleza unica onde os sentido entra dentro de nossas imaginações

  • Adm

    Impressionada e admirada com teu jeito único de cativar o leitor até o final, composição maravilhosa e com uma mensagem exemplar.

    Falar dos outros não é nada ruim, mas o que se fala é que é o problema. É preciso ter-se muito cuidado com isto.

    Reverências, Geraldo!

    Destacado!

    • A mentira tem pernas curtas. E é mais anã que a fofoca...

      Não há nada oculto que não venha ser revelado, diz a Palavra.

  • Ela te traiu contigo mesmo, amigo. Que esposa infiel... kkkk

    Amei o poema e o talento de sempre. Beijos, Geraldo!
    Boa tarde!

    Nina

This reply was deleted.
CPP