Inspirações

O AMOR É QUE COMANDA

 

Nada vai roubar-me a esperança essa noite

O vento lá fora é sinal que vou chorar muito

E não adianta pensar que isso é de tudo ruim

O vento lá fora é o ladrão que vem decepar

Os galhos de um amor que viceja em nós

 

É preciso contar para as fotos antigas segredos

Guardados a sete chaves dentro dos detalhes

Que a vida atropela em sua arrogância e pressa

Quando a meta é alcançar o horizonte inatingível

E os passos cansados tropeçam em vazios

 

Tudo em meu peito se harmoniza com a noite

Apenas o vento lá fora parece fora de sintonia

A canção que faz arrepiar quem quer sorrir

Apenas o vento lá fora não entende de alegria

E insiste em levantar poeiras dissonantes

 

É preciso cantar os versos dos velhos poetas

E deixar registrado sobre lençóis e tapetes

As novas rimas dos nossos corpos ardentes

Para que o vento lá fora saiba que aqui dentro

O amor é que comanda cada gesto e cada palavra

 

(CLÁUDIO ANTONIO MENDES)

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Adm

    Lindíssimo teu poema, Claudio.

    Sinceros apalusos ao teu trabalho poético.

    Destacado!

  • Cláudio, encantada com seus belos versos...

This reply was deleted.
CPP