Poesias

O Catador de Caranguejos

Resultado de imagem para globo terrestre 3d gif escolar

Na aula de geografia, pela primeira vez,

Matias conheceu o globo terrestre.

Não compreendia como ali cabia tanta água

e tanta terra.

E tanta gente.

Sua primeira curiosidade

foi saber onde estava localizado o mangue

que ele e sua família capturavam caranguejos.

Cuidou ter visto as dunas e a palmeira

próximas à sua casa de taipa,

a cadela Baleia dormitando junto ao varal das roupas,

o barquinho do tio Cosme balançando aos influxos das águas.

O mundo predominava o azul!

Havia oceanos separando as terras.

Pessoas falavam línguas diversas em cada chão

representado por uma cor diferente.

Falou-se também, de locais onde chovia muito,

cobertos por uma camada cremosa chamada neve.

O sol, presente em todos os recantos,

de vez em quando se escondia nestes locais onde fazia muito frio.

A escola de Matias distava alguns quilômetros de sua casa,

percurso feito por ele diariamente a pé.

No caminho, ele parava aqui e ali, abaixo de alguma sombra,

a fim de descansar um pouco.

Num destes instantes, cuidou de olhar para o céu,

alongando sua vista até o infinito...

Nuvens desfilavam exibindo extraordinária beleza;

uma franja vermelho-alaranjada tingia o poente:

o dia era findo.

Uma quietude reinava em toda a mataria.

A maré estava baixa e o lodaçal do mangue já dava mostras.

O garoto deixou os livros a um canto e perdeu-se entre os arbustos,

afundando-se na terra úmida e frouxa.

– “Como aprendi coisas! – de si para si - países, línguas, estações, frio...

Deve ser bem mais fácil capturar caranguejos na neve!”.  

Rui Paiva

 

 

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Lindo e belo conto, brilhante texto

  • Estimado menestrel todos nós temos nossas máquinas do tempo. As pessoas se tornam mais fortes, porque elas têm memórias que não podem esquecer. Cumprimentos ao instigante conto!

    • Obrigado, meu Notável Maestro!
  • Rui, seu texto é belíssimo.
    Talentoso demais esse amigo,
    escritor e poeta.
    Parabéns!
    Bjs
    • Agradecido pela cortês saudação, poeta e amiga Márcia Mancebo! Bjs
  • Lindo texto caro poeta Rui...um passeio pelas recordações dos tempos

    Aplausos

    FC

    • Muito me honra que tenhas apreciado, amigo e poeta Frederico!
  • Maravilho conto, Rui! Parabéns! 

This reply was deleted.
CPP