Inspirações

Gestores Adm

O preço

formatado por livita

O preço

A dor quando nos corta, fere e deixa o trauma,
e só quem sente sabe o preço da sequela.
O tempo não é páreo quando ela se espalma,
em um sequestro onde, o corpo se enregela.

Pelos desvãos da gente, um turbilhão sem calma,
tal barco ermo ao vento, sem o leme e a vela,
a se lançar nas ondas, lá do mar da alma,
onde o futuro vai, vagando em fina tela.

A dor que já purguei matou minha alegria!
Agora vivo assim, igual a noite fria,
a latejar no tempo, em total inverno.

Se choro ninguém ver ou sente a agonia,
que passa por meu ser me fere em demasia,
levando minha vida, aos portais do inferno.

Edith Lobato - 06/01/18

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Gestores Adm

Edith Lobato

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Que beleza de versos,Edith!

    Parabens,eu ameeiiiiiii e aplaudo de pé!!

    Beijosssssss

  • Mais uma vez vim saborear seu poema ameiiíii 

  • Um soneto belíssimo, tão bem estruturado, métrica e rimas,

    tudo tão perfeito, que me faz pensar como alguém consegue

    encontrar as palavras tão certas para encaixar-se em cada verso!

    Amei demais! Beijos... Boa noite!

  • Emocionei-me logo ao abrir a página desse poema com o tocar das primeiras notas do piano, com essa música que amo.

    Pensei ...o que será que vem por aí...

    E foi um  belo poema que li com emoção que ás lágrimas aflorou.

    Sensível, belo, triste, sofrido....

    Acho que estamos todos assim, necessitados de carinho e amor real, mas o que nos vem

    é sempre um corte, uma dor que exala o perfume do triste, triste no coração, triste na alma.

    Ah...acho que eu é que estou sensível demais, me perdoe.

    Parabéns pela imspiração e lindo poema Edith

    Abraços carinhosos de Veraiz Souza

  • Gestores

    Estimada trovadora, vim mais uma vez me inebriar de poesia e beleza.

  • Maravilhoso lindoooo

  • Maravilhosamente intenso, belo! Aplausos, Edith!

  • Oi Edith

    Voltei aqui para ler esse poema e ouvir essa música apaixonante.

    Parabéns novamente.

    Abraços carinhosos de Veraiz Souza

  • Belíssimo parabéns poetisa 

  • Lindo, apesar de triste, o tamanho da dor só sabe quem sente.

    Fica bem minha amiga, beijos no seu tum tum,

    Luly

     

This reply was deleted.
CPP