Poesias

O SILÊNCIO DO POETA

        

Em homenagem póstuma ao amigo poeta Luis Carlos Ammirabile Facuri Filho (*FACURI)

O SILÊNCIO DO POETA

Quando o poeta silencia,

Quando desnuda sua poesia

Tudo ao redor se cala

A natureza reverência

Ao Mister Silencioso

E nossa lágrima é poema

Desse silêncio comovente

Da tristeza e da saudade

Gritante dentro da gente...

Tão cedo largará a pena

Indo ser menestrel no céu

E no silêncio dos astros

Deixa lá seu fino traço

De nua poesia estrela,

Inteligente e perspicaz

Em silêncio se traduz,

Beleza, amor e paz.

Mesmo sendo ele ateu

Desejo com muita dor,

Vai com Deus, belo rapaz!

Sentirei saudades suas,
Amigo Silencioso.

       

       By Nina Costa, in 04/11/2017               

                 
Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Nina

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • "E no silêncio dos astros / Deixa lá seu fino traço / De nua poesia estrela"
    Nina, se a destinação do poeta é sempre criar beleza, que o talento dele resplandeça no céu.
    Linda homenagem, criadora que também resplandece no próprio verso!
    (Meus sentimentos pela partida do amigo, Nina.)

    • Obrigada, Rofatto!
      Obrigada pela presença sempre gentil e em relação ao meu querido amigo FAKURI! Que ele brilhe no céu de nosso olhar a cada vez que o lermos.
      Beijos!
      Nina
  • Concordo com o RICARDO NUNES:

    os poetas, em suas poesias; SÃO IMORTAIS!...

    BELÍSSIMA E MERECIDA HOMENAGEM!

    APLAUSOS.

    • Agradeço, querido amigo Geraldo!
      Beijos!
      Nina
  • Os Poetas não silenciam, eles apenas adormecem em suas poesias e elas deixam eles vivos eternamente. Mil aplausos Poetisa Nina Costa. Abraços poéticos.

    • Obrigada pelo gentil comentário, amigo poeta! Também pelos aplausos que recebo e dedico ao poeta que partiu para o silêncio dos astros.
      Beijos!
      Nina
    • Que o Grande Arquiteto do Universo o ilumine eternamente.

    • Amém!
  • O silêncio do poeta traduz se em lindas poesia, belo poema

    • Um poema de adeus a um amigo querido do Recanto das Letras.
      Obrigada!
      Bjs!
      Nina
This reply was deleted.
CPP