Poesias

O Silencio Não é Mudo!

Onde estão os valores, que um dia foram motivo de orgulho?

Onde está a resposta, para pergunta da insonia inquieta?

Onde estão as cores, que se comprimem ante tantas sombras?

Onde está a aurora, em meio a tanta escuridão?

Onde está o atentar a justa voz, que se perde num eco que a nada ecoa?

Onde está escrita a luta do sim, ao se deparar com o apagador do não?

Onde irá a razão, se o homem lata não tem coração?

Olhos que falam, palavras presente, no coração de muita gente!

*Glaucia Amaral

27/10/17

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Glaucia Amaral

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Espetacular Poema Glaucia!

    Jinhos

    • Grata querida Livita... bjsss

  • É nos gritos do silêncio que essas perguntas ecoam. Lindooooooooooooo! bjs

    • Grata amiga Marso....bjsssss

  • Muitas vezes em momentos temos que com o silêncio conversar, com o coração falar, com os pensamentos falar, onde tudo vem do nosso imaginar.. Hoje em dia valores é a mesma coisa que nada

    • Com certeza amigo José Carlos. Abçs Poéticos.

  • O que vemos muitas vezes hoje em dia, são inversão de valores
    Belo poema, parabéns!

    • Sim, amigo Everaldo. Grata pela visita. Abçs de luz!

  • Genial seu texto. Gosto do silêncio...uma palavra deveras nunca muda...pois grita sempre

    Abraço poético

    FC

    • Verdade amigo. Abç Poético.

This reply was deleted.
CPP