Inspirações

Palavras endereçadas

formatado por Marso

Palavras endereçadas

 

Na noite escura eu e a solidão,

Sem grito no vazio, sem luar

Sobre a mesa um branco papel

Uma caneta tinteiro

Comecei com um traço,

Deixei um espaço...continuei,

Escrevi meus desejos,

Citei teus beijos

Teu abraço sedutor...

À medida que escrevia,

De meus olhos escorriam

Lágrimas sentidas,

Por tempo contidas...

Na folha em branco desabafei

Minha saudade e belas lembranças.

Depois do escrito

Vi tudo borrado...as lágrimas

Misturaram aos sentimentos

Ali estava registrado

Linha por linha

Palavras de um poeta sofredor

E seria endereçada

Àquele inconcluso amor!

Márcia A Mancebo

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP