Inspirações

Promissório silêncio

O silêncio num perpetuante divagar amealha
Todos os inimagináveis lamentos generosos
Absurdamente apaixonantes intensamente prazerosos

Umedecida ficou a noite agachada entre as maresias embriagantes
Bailando na maré primorosa e esculpida qual prefácio de tantos versos
Ondeando pelas tuas margens sumptuosas, atrevidas…quase asfixiantes

Numa atlântica noite serena, ignífico aquela onda que em nós se espraia
Religiosamente provisória, serenamente estimulante e promissória
Enamorada sereia que em meus mares se deleita tão peremptória

Tomara eu acordar no seio deste silêncio horrivelmente ditatório
E musicar pra sempre aquele reportório de desejos fecundando
O gineceu dos amores que gestam bem exsudados e conciliatórios

Frederico de Castro

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Frederico de Castro

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

  • Gestores

    Muito bonito. Quando leio seus poemas mergulho sempre em um ambiente rico de ternura e silêncio. Amável silêncio.

  • O silêncio é o momento que o tempo observa o mundo, o dedstino o universo

  • Gestores Adm

    Excelente poema. Tão lírico que nos deixa sem palavras diante da beelza.

    Aplausos, Frederico.

     

    • Obrigado Edith pela gentil e carinhosa mensagem

      Votos de dia feliz

      FC

  • Excelente amigo Frederico! Parabéns! 

    • Obrigado poeta pela gentileza

      Bem haja

      FC

  • Versos que encanta e

    da prazer de ler parabéns poeta Frederico...

    • Grato pela visita poetisa

      Bem hajas

      FC

  • Maravilha de versos,poeta!!

    Aplaudo de pé!

    Bjsssssssss

This reply was deleted.
CPP