Inspirações

QUISERA, APENAS QUISERA

Quisera ouvir de tua boca a doce promessa
De que jamais me negarás os teus carinhos
Mas sou águas profundas de incertezas...
Eu... Que faço de ti minha casa, meu ninho.

Mas como pedir-lhe tal gentileza maior
De jurar-me teu desvelo eterno em amor?
Se é minha, a sina de amar-te tão imenso
És meu tormento e meu lagar, fel e dulçor.

E fito os teus olhos__ Dói-me o coração
Um véu de alheamento te levas de mim.
Tu, que és meu universo de sóis de açafrão.

Quisera águas fundas dos teus pensamentos
A brisa que te beija lá no cume dos morros...
Mas contenho-me em amar-te em silêncio.

Elisa Salles
( Direitos autorais reservados)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • FEL E DULÇOR...

    SÓ MESMO O AMOR, PARA NOS DEIXAR ASSIM!...

    SÓ MESMO O AMOR, PARA CONCEBER PALAVRAS DE TANTA LOUCURA!...

    ---------------------------

    MINHA TÃO LOUCA-POETISA...PARABÉNS E QUE DEUS ABENÇOE A VOCÊ E FAMÍLIA...AMÉM.

  • Bela expressão relatada nos seus versos, Elisa.

  • Mais uma belíssima obra poética! Aplausos!

  • uma maravilha,  parabéns

  • Aquele amor que cala nosso corações onde grita as esssência das emoções

  • Que formosura... intensamente lindo! Parabéns querida Elisa. bjs

  • Gestores Adm

This reply was deleted.
CPP