Inspirações

Gestores

Silêncio poético

SILÊNCIO POÉTICO


Alguém,
alguém de muito longe,
sacana,
roubou minha poesia.
E me deixou assim,
enfastiado.

Tenho papel e caneta
na mão.
Porém, meus melhores poemas
se foram.

Minhas poesias
estão presas.
Meu poema é
branco e mudo
agora.

Minha poesia é o
meu mundo.
O mundo é injusto.
Por isso, digo:

acabou-se a inspiração.
Meus melhores poemas
estão de castigo.
Distantes.


Adriano Antonio Pereira

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –
Gestores

Adriano Antonio Pereira

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Uauuuuuuuuuuuuuuuuuu,que lindoooooooooo!!

    Aplausos,Adriano!

    Bjssss

  • Gestores

  • Gestores Adm

    Belíssimo poema.

    Aplausos Adriano.

     

  • Gestores

    Continue a expressar suas emoções através dessa ampla arte chamada poesia.

  • Maravilhoso poema ,Adriano!

    A sensibilidade em teus versos é encantadora.

    parabéns!!!

    Bjs

This reply was deleted.
CPP