Inspirações

Solidão - Verso livre - Veraiz Souza

 

 

Monte das Oliveiras...

Não havia mais ninguém com Ele

A solidão era inexplicável

Chorou ...

Clamou pelo Pai.

Seu destino

Infinitamente traçado

Fez, com que voltasse atrás.

Estendeu os braços aos soldados

Para que o amarrassem e disse:

-Vamos....

Dolorosa peregrinação!

 

"Não chorem por mim, chorai antes por seus filhos...."

 

Veraiz Souza - 24/03/18

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Veraiz Souza - Pai -

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Um lindo poema reflexivo, parabéns,Veraiz!

    Bjos 

  • Gestores Adm

    Um momento de nos colocarmos em reflexão.

    Lindo poema, Vera.

    Aplausos!

    • Grata pela visita e comentário Edith.

      Com certeza precisamos entrar em estado de reflexão nessa semana.

      Abraços de Vrraiz Souza

  • Como o próprio nome deixa óbvio, era completamente coberto de pés de azeitonas. Segundo a tradição, no alto do Monte das Oliveiras, Jesus teria realizado sermões para seus discípulos e seguidores. Essas oliveiras são testemunhas silenciosas da agonia do Senhor, mas para nós tem uma grande força, um grande significado. Meus cumprimentos!

    •  Grata SAM pela visita e comentário.

      Uma história verdadeira e envolvente que devemos refletir realmente.

      Abraços de Veraiz Souza

    • Nossa, ficcou emocionante essa formatação Marsoalex, verdadeira obra prima. Amei.

      Parabéns e abraços de Veraiz Souza.

      Sua Arte nos impulsiona a escrever mais e melhor.

      Muito bom e incansável trabalho.

This reply was deleted.
CPP