Poesias

SONETO DA ENTREGA TOTAL



Fiei-me em ti __ Tola eu que me fiz sentido
De tuas palavras voláteis, fiz-me crente...
Borboletas simples num jardim de cupidos
De cegueira de amor, quedei-me,inocente.

Me entreguei. Confissões no sentir do verso
Na intimidade que destilava o mais puro mel
Impossível seria voltar ao antigo universo
Não há Deus que me acalente. Perdi o céu!

Mas ao longe avisto os teus olhos de âmbar
De uma meiguice luminosa de sol e mar... 
Pede-me outra vez a alma.Entrego-a ao luar!

Posto que à muito não sou para ti segredo.Nua.
E que ainda causes em mim sofrer de mil vidas,
Nunca te negarei à mim mesma.Nunca. Sou tua!

Elisa Salles 
( direitos autorais reservados)

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Pintam-se os mais belos sentido de um amor pleno em desejos, maravilhoso

  • LINDÍSSIMO  QUERIDA Elisa !!! Um show  de soneto!!!

  • Lindo trabalho Elisa! Parabéns!
  • Adm

  • Adm

  • Magnifico soneto, mui terno e apaixonante

    Meus aplausos

    FC

  • Maravilha de soneto mui bem escrito e desenvolvido; trazendo à reflexão

    as causas, os motivos do amor que nos leva à loucura, às vezes, de forma inconsciente e irracional!...

    AMEI!...MEUS PARABÉNS!...

This reply was deleted.
CPP