Inspirações

Sou simples poesia

Sou simples poesia

 

Eu sou bela ave escondida na rama

Sou uma vela apagada sem ter chama,

Sou um alguém que a vida exonerou,

Sou a saudade e no coração instalou.

 

 

Existo só nos versos e rabiscos,

Existo d'um jeito muito esquisito 

Ora imploro  paixão constantemente,

Ora sinto o amor ser indiferente.

 

 

As vezes eu não me conheço mais

A impressão não ter ouvido jamais

Que viver é crer na espera e seguir

Que a alegria traz um feliz porvir.

 

 

Nas frases me coloco miserando,

Nas entrelinhas sempre procurando,

Acostumada a recordar lamento 

Carrego quimeras no pensamento.

 

 

Sei bem o que sou nos meus parcos dias

Rotos pedaços de vil fantasias 

Palavras no papel, simples grafias

Sou jogada ao léu, sou simples poesia....

 

Márcia A Mancebo    (17/03/2018)

 

 

 

 

 

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP