Inspirações

TERNURAS



Há em ti tantas ternuras, meu amor
Tanta efemeridade, faz-me querer-te
tanto bem amar...

Esse teu olhar tristonho
melancólico,
suscitas em mim desejos de dar-te colo.

E por certo lhe daria seio
se não ansiasse tanto os teus carinhos de homem
...Sim, por certo lhe daria colo!

Elisa Salles
(Direitos autorais reservados)

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Ah...o amor...que coisa boa de sentir; que coisa boa

    quando se ouve, se lê, se fala, se escreve sobre esse maravilhoso sentimento!

    QUÃO TERNA E SINGELA É SUA POESIA, CARA POETISA!

    APLAUSOS!...DEUS TE ABENÇOE...AMÉM.

  • Quem não gosta de um colo cheio de ternura e amor pra dar? Belíssimo poema Poetisa Elisa Salles. Abraços.

  • São momentos que os sentidos se encontram em pleno amor, belo

  • Que leveza !!! Amei a doçura de seus versos!! Parabéns Elisa!!
  • Imagem relacionada

  • Lindissimo poema...trajado de tanta ternura

    Meus aplausos

    FC

  • Tão terno seu poema!

    Amei...

This reply was deleted.
CPP