A Caminho da Felicidade

Nenhum texto alternativo automático disponível.

A CAMINHO DA FELICIDADE

Joguei meu barco ao mar, hasteei as velas
Deixei que o vento nos levasse junto com minha solidão
O tempo passou, passou...
À noite eu contava as estrelas
Procurando uma de um brilho incomparável.
Ao amanhecer, eu percebia que o sol aparecia
E ficava me questionando,
Sem saber por onde eu estava passando,
Sem saber que eu estava a caminho da felicidade.
Eu não me importava com a direção do vento
Pois eu não tinha o que mais sofrer.
Eu não tinha o direito de saber para onde ir.
E sobre as ondas meu barco navegava à deriva.
E assim passaram-se vários anos,
Tendo como alimento a minha esperança.
Quantas vezes procurei o horizonte
E não consegui vê-lo ao longe...
Eu já estava perdendo as forças,
Quando meu barco adentrou em uma corrente marítima.
Percebi que o barco tinha acelerado um pouco
Com a simples força do vento e da correnteza.
Quando amanheceu o dia me apareceu o horizonte
Que eu tanto procurava
E, aos poucos sopros do vento, meu barco
Se aproximava do continente.
Foi quando comecei a ver uma colina muito linda
E por ironia do destino meu barco foi na sua direção
E assim consegui desembarcar da longa viagem.
O mundo moderno globalizado.
Comecei, então, a me integrar neste mundo de conhecimentos modernos.
Fiz contato com pessoas que eu nunca vi na minha vida.
Comecei a buscar meus ideais neste mundo,
Postando minhas poesias solitariamente.
Então fui convidado a participar de um evento na minha cidade natal.
Orgulhosamente postei fotos, e amigos também postaram.
E essas postagens despertaram a atenção de uma estrela
Com seu brilho próprio e distinto.
E continuei postando meu trabalho romântico.
E, a tal estrela, começou a admirar e ser minada com minhas palavras.
Eu percebi um carinho pelo meu trabalho.
Com o tempo, veio à tona uma explosão de amor
E estou até agora surpreso com tudo, e como aconteceu...
Estou apaixonado por uma estrela sensual,
Que saiu da sua constelação
Para morar no meu coração, eternamente.
E agora posso dizer que sou o poeta mais feliz do mundo.
Eu te adoro, te amo GISELDA da minha vida.

- Virgolino Lima

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Virgolino Lima

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Nosso amor em breve dará um fruto belíssimo que está sendo preparado: Virtudes Poéticas Com Aroma de Verso. Um livro em conjunto com minha querida e amada poetisa Giselda Camilo. Avisaremos quando pronto estiver. Abraços a todos da Casa. E obrigado.

  • Gestores Adm

    Que lindo amor. Deus os abençoe todos os dias.

    Boa noite ao casal.

    • Obrigado, amiga Edith! Um amor como o nosso é bênção de Deus, com certeza. Abraços poéticos.

  • Boa noite amigo poeta! Passadinha pra me inteirar das novidades na sua página e mais uma vez lhe parabenizar esse amor infindo!!!

    • Obrigado, amigo SAM! Sempre prazeroso ler suas palavras e agradecer pela atenção.
      Abraços.

  • Uma história de amor, sem última página... Uma história com começo e sem fim. Te amo e pra sempre vou te amar, amado poeta Virgolino.

    • Te amo. Simples e profundo assim...

  • Linda declaração de amor numa poesia !Parabéns!!!

    • Obrigado, amiga! Abraços.

This reply was deleted.
CPP