Poesias

AGORA EU ESTOU VELHO!

“AGORA EU ESTOU VELHO”

 

 

A música soou estranha

“velho, meu querido velho”

Porque agora eu

É que me sinto assim.

 

O tempo passou, voou

Foram-se as alegrias

Da tua linda companhia

Meu querido, meu velho, meu amigo.

 

Vivo agora os dias

Daqueles tempos idos

Onde a vida sorria feito criança

E o mundo parecia não passar.

 

Sou agora o que foste

E que deixaste muitas saudades

Belas lembranças e caminhos abertos

Para que eu pudesse caminhar na mesma trilha.

 

Realmente vivo a vida

Como um mero acaso do tempo

Pois logo ali quando menos se espera

Na eternidade partirei deixando para trás

“o velho, o querido e o amado”.

 

 

JÚLIO CESAR  -  JC BRIDON

 

26/10/2015

Poema dedicado ao meu saudoso Pai que muitas alegrias nos passou, enquanto aqui vivia.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • BELLISIMOVIOLINO_jpgDESTACADOFELICIDADES.jpg

  • Gestores

    Feliz de quem tem uma trilha para seguir deixada por seu velho... Magnífico, Julio! Bjs

    bg.bmp

  • Qué posso dizer, meu querido e grande Julio?

    Lembro de meu pâi, día apos dia...

     Sei quanto doi a saudade.

    Me emocionei demais...

     Belo, amigo da alma.

     Parabéns.

    Cartoazullindosversos.destacadocpp.jpg

  • Gestores Adm

    Belíssimo Julio, quem ainda tem o seu por perto, cuide muito bem dele porque a sua ausência é um espaço que nunca se preenche. Bela noite Julio.

This reply was deleted.
CPP