Poesias

CHAMAM-ME DE TANTOS NOMES

 

Pivete
Sem nome
Malandro
E até mesmo trombadinha...

Sou gente e tenho nome
Família eu nunca tive
Meu pai é a rua
De companhia tenho a lua...

Minha mãe a solidão
Os carros meus irmãos
Amigo eu tenho não
Meu nome compaixão...

Brinquedo
Já tive sim
Uma estrelinha caindo
Eu ria e ela saltava
Depois ia sumindo...

Minha escola é a vida
Professor eu tenho a violência
Colegas é minha luta
Que tento a sobrevivência...

Meus desejos eu vou contar
Quero ser diferente
Ter uma casa
Morar como gente...

Ter um pai uma mãe
Ou ao menos um parente...
Eu sonho ser cantor
Tudo que Deus lhes deu
Eu só quero pouco Senhor
Ser gente ser doutor...

 

Autoria- Irá Rodrigues
http://iraazevedo.blogspot.com.br/
Diretora Internacional da divisão de Literatura Infanto-juvenil

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

CPP