Deixo de Sonhar Para Dormir

Deixo de Sonhar Para Dormir



Em meio à natureza
Arborizada e florida
Lugar certo para viver
Lugar para realizar os sonhos
Com a pessoa amada
Até o fim da vida
Dormir com as estrelas
Em absoluto silêncio
Pela rótula da janela
Vendo seus lindos raios
E sendo espiados pela Lua
Com tanta beleza noturna
No aconchego natural
Nada melhor para adormecer
Do que deslizar as mãos
No corpo da amada seminua
Entre os fungados e vozes embargados
A Lua seguindo sua rotina
Para dormirmos na madrugada
Levanto-me e puxo a cortina
Deixo de sonhar para dormir
Precisamos levantar cedo
Para acompanhar a aurora
Com o sol surgindo
Com os pássaros cantando
O orvalho com o sol secando
As roseiras desabrochando
E nós, da varanda
Seus perfumes inalando.




Virgolino Lima

(Imagem da Web.)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Virgolino Lima

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores Adm

    3640038?profile=original

  • Gestores

    belíssima tela poética, amigo. Parabéns! Bjs

    • Obrigado pelas gentis palavras, amiga! Abraços.
  • Deparo-me com esse deslumbramento, que escrito luminoso que nos dedica em sua página.

    • Obrigado, amigo SAM! Poesias que saem de um coração apaixonado. Abraços.

  • Belíssimo, amado poeta! 

    Poesia que conduz

    que induz

    que produz

    que traz luz!

    Amo seus versos. Amo você.

    • Méritos da musa... O coração expele o que recebe. Bjos.

This reply was deleted.
CPP