REDE DE DORMIR

REDE DE DORMIR

 

Minha fiel companheira

Que me acolhe nos momentos

De alegria, tristeza e solidão.

Sempre está a me esperar

De braços abertos me acalenta

De um lado pro outro

De punhos finos, mas firmes,

De pele macia, de voz suave.

Faz-me sonhar sonhos impossíveis:

Em alto mar, nas noites de aventuras,

Com odaliscas e dançarinas.

Como é bom sentir teu cheiro

E saber que me amas

Mesmo sabendo de minhas imperfeições.

Ouve todas as minhas histórias e confissões

Sempre calada ouve, mas nunca reclama.

Suporta minhas ignorâncias

Tranquila com o coração partido

Mas na minha ausência sente falta

Quando te procuro me cobre de afagos

E me faz dormir o sono dos deuses.

 

                                              Mello Carvalho

 

 

 

 

 

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    Rede e travesseiro são os mais fieis companheiros pra gurdas nossos segredos, sonhos, tristezas e fantasias... Muito lindo, Mello! Adoreiiiiiiiiiiiiiiii! Bjs

  • Gestores
    Nada como se enrolar numa rede, como casulo de borboleta, e acordar renovado!! Parabéns! Maravilhoso texto!!
  • Gestores

    Uma das cosias mais gostosas é descansar numa rede  sentindo o vento acariciar a pele da gente. Parabéns pelo lindo poema, Mello.

This reply was deleted.
CPP