SOLIDÃO...

SOLIDÃO...

Trago em mim a solidão dos mares,
saudades de amores que não conheci,
lugares onde nunca vivi...
Trago em mim
o mistério dos feitos
alheios que gritam
na solidão do leito,
batalhas da vida,
o fracasso e o êxito
desconhecidos...
Trago em mim
a solidão do mundo,
as dores profundas,
saudade do arco-íris
no tempo sem fim.
Enfim são versos,
solidão de poeta
que inventa vida,
por ele não vivida!

Maria Iraci Leal/MIL
POA/RS/Brasil
24/12/2015
Obra protegida

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP