CARA A CARA COM SAM – JENNIFER MELÂNIA

3655664246?profile=RESIZE_710x

CARA A CARA COM SAM – JENNIFER MELÂNIA

Primeiramente, muito obrigado por estar cedendo essa entrevista de forma gentil. Com certeza ficaremos conhecendo sem rodeios o que pensa a escritora Jennifer! É um prazer te receber aqui no CARA A CARA COM SAM.
JENNIFER MELÂNIA: O prazer é meu de estar aqui, muito obrigada pelo convite. Confesso ter ficado sem ar (kkk) quando li sua mensagem. Sou tímida, porém, não submissa a timidez. Então, aceitei o desafio. Espero contribuir na elucidação de minha pessoa... rsrs

S-M: Mito ou verdade? Que vários profissionais da área da saúde não sabem lidar com a morte?
JENNIFER MELÂNIA: Verdade. Ser humano é uma condição de fragilidade.


S-M: Nós chamamos de meio-ambiente porque já destruímos metade?
JENNIFER MELÂNIA: Rsrs. Talvez a metade não, mas caminhamos e rápido para a destruição da natureza. Infelizmente, estamos a anos luz de nos tornarmos conscientes das nossas ações. Coloco-me também como responsável, pois faço parte desta sociedade consumidora e poluidora. Minhas pequenas ações em prol do meio ambiente são microscópicas diante de um problema tão imenso.


S-M: Você acha que o jeitinho brasileiro também tem o lado conciliador, permitindo que se crie uma solução favorável para uma situação a princípio impossível.
JENNIFER MELÂNIA: O jeitinho brasileiro está impregnado na Nação, e sim, infelizmente devo admitir que às vezes se crie uma solução favorável para uma causa impossível. Lamentável!


S-M: Mulher, ser que luta para ser vista além de um rosto bonito e um par de seios! Seria possível você estender mais sobre esse assunto?
JENNIFER MELÂNIA: Amo este tipo de mulher que faz a diferença por ser inteligente e não se deixa abater pela sociedade machista (entenda-se aqui homens e mulheres machistas). Mulher tem que ser independente, trabalhar, estudar, viajar, casar se quiser, ser mãe se desejar. E lutar por seus sonhos e interesses de forma consciente, livre. Valorizando-se dia a dia como ser humano.


S-M: Agora, até o primeiro amor está ao alcance de um clique. Na sua apreciação as redes sociais facilitam os encontros oficiais, e os extraconjugais? Ainda que não haja contato físico, a traição virtual pode ser tão devastadora quanto a real?
JENNIFER MELÂNIA: As redes sociais possuem facilidades para qualquer coisa que se queira. A traição seja de contato físico e ou virtual, tem o mesmo valor. Assim, entendo que a base para acontecer se constitui uma só, falta de amor.

S – M: Você concorda que por meio da cultura o homem pode se expressar e tomar consciência de si mesmo?
JENNIFER MELÂNIA: Sim, pode. Se for isto que ele procura.


S-M: Gosta de reviver coisas que fizeram parte da sua infância, resgatando as lembranças de amiguinhos de escola, brinquedos e docinhos que comia?
JENNIFER MELÂNIA: Sim. Amo minha infância e tenho memórias maravilhosas. Sou filha de um retirante nordestino, homem maravilhoso, um pai-mãe que amo por toda eternidade. Homem firme, bondoso, sincero, trabalhador. Sofreu bastante para criar a mim e meus irmãos. Para mim, exemplo de vida. Devo a ele tudo que sou. As dificuldades nos fortaleceram e juntos papai, eu e meus dois irmãos vencemos. Sou feliz.


S-M: Como você enxerga a literatura e sua importância no mundo de ontem e de hoje?
JENNIFER MELÂNIA: A literatura é um abrir de portas na vida dos leitores. É um entrelaçar de mundos e vozes. É uma mistura do antigo e novo. É a construção dos sentidos de uma sociedade, seja ela em que época for. É um dialogar de vidas e culturas, desta forma, essencial para a humanidade. A vida é feita de histórias.


S-M: Por que a grande maioria das pessoas tem dificuldade em olhar criticamente para as suas próprias características?
JENNIFER MELÂNIA: A maioria das pessoas não desejam enxergar o que elas realmente são. É difícil, para muitos, admitir que possuem lados opostos, sombra e luz. E isto, é embaraçoso. Às vezes, a pessoa nunca se perguntou quem é de verdade. Talvez, tenha medo das respostas rsrs


S-M: Você concorda que a inteligência artificial está cada dia mais presente em nosso dia a dia, nos apoiando e mostrando que homem e máquina não precisam divergir? Concorda também que existem qualidades humanas que um robô não consegue suprir?
JENNIFER MELÂNIA: Concordo que a inteligência artificial está por aí em todos os lugares. Penso que o homem pode e deve divergir da máquina se for necessário. Afinal quem veio primeiro, o ovo ou a galinha? Teremos dúvida para responder se máquina e homem se igualarem.

 

S-M: Você consumiria o seu tempo pensando sobre seus os defeitos, sobre os seus predicados, ou sobre o seu passado?
JENNIFER MELÂNIA: Não. Tenho muitos afazeres rsrs

S-M: O Brasil chegará algum dia a se tornar uma nação considerada desenvolvida? A luz no final do túnel está acesa? Ou é anêmica ainda?
JENNIFER MELÂNIA: Não sou tão otimista. Sempre haverá uma luz no final do túnel, porém está luz pode ser apenas uma vela se apagando caso não se acendam excelentes ideias com ações e atitudes corretas. E, sem corrupção!

S-M: Se vamos para o Paraíso ou Inferno depende de quanto remorso sentimos?
JENNIFER MELÂNIA: Se tivermos remorso o inferno já está dentro de nós, não precisa ir a lugar nenhum.

S-M: Será verdade que a vida imita a arte muito mais do que a arte imita a vida?
JENNIFER MELÂNIA: Está é uma pergunta “tostines” kkk. A vida é arte, não imita ninguém.

S-M: Qual é o real motivo que faz os homens procurarem uma profissional do sexo?
JENNIFER MELÂNIA: Sexo (rsrs). Penso que quando não se está satisfeito com algo, seja o que for, a tendência é procurar algo melhor. Eu, por exemplo, se arrumo as unhas em casa não fica bom, então, vou a manicure profissional que deixa minhas unhas lindas e eu fico feliz. Tem haver com prazer. Entende?

S-M: Mentalizar o pote de ouro no final do arco-íris é toda a motivação que uma pessoa precisa?
JENNIFER MELÂNIA: Quando se é criança, pensar no pote de ouro no final do arco-íris é motivo de caminhadas e descobertas. Porém, chega um momento que a criança percebe que o final do arco-íris não existe. Sendo assim, considero está metáfora bastante fraca. Ainda mais se a pessoa não gosta de caminhar rsrs.

S-M: O que faz com que crianças e adolescentes sejam levados à prostituição no Brasil?
JENNIFER MELÂNIA: Está é uma pergunta complexa, posso até expor algumas palavras, mas compreendo que não conseguirei ser pontual. Penso na falta de estrutura familiar, a falta de políticas públicas que criem condições a estas crianças e adolescentes para se inserir em esportes, música, arte, dança...falta de projetos sociais para tirar as crianças da rua. Abandono. Excesso de informação. Falta de limites e obrigações. Estamos na era do “tudo traumatiza” e generalizar nunca é bom. Temos também abusos, aliciamento a drogas, violência e tantas coisas...

S-M: Como você vê a utilização do audiovisual como ferramentas pedagógicas nas escolas de Ensino Fundamental e Ensino Médio?
JENNIFER MELÂNIA: Acho maravilhoso, contanto que bem planejado. Não adianta ter uma ferramenta pedagógica excelente se não houver um plano de aula bem definido com as competências e habilidades que se deseja alcançar.

S-M: Vamos imaginar que você é uma chefe e tem um restaurante. Que tipo de comida iria servir para Seleção Brasileira de Futebol Feminino?
JENNIFER MELÂNIA: Feijão tropeiro, mandioca cozida, vinagrete e churrasco.

 

UM PEDIDO CLÁSSICO DO CARA A CARA...
FAÇA SUA LEITURA NESSA IMAGEM!3871193440?profile=RESIZE_710x

A imagem parece inocente, mas não é!
É crime contra a natureza, basta lembrar que vivemos em uma sociedade capitalista, consumista, egocêntrica e outros adjetivos, não vou me estender. O homem em sua ganância por status e por vaidade exacerbada está em busca de “coisas” as quais o diferencie dos demais. O homem deseja o pódio social, a qualquer custo. E esta imagem reflete o desvario humano. A crueldade contra os animais, o desrespeito ao meio ambiente, pelo simples prazer de ter. Digo simples, pois, é típico das pessoas “racionais” está insatisfação, este vazio que muitos pensam ser saciado por compras e aquisições de peças desnecessárias. Eu sou contra estas maldades, os maus tratos, o encarceramento de animais. Podemos viver sem estas atrocidades. São muitas mortes em prol de algo mesquinho e um sorriso de poder instantâneo.

Casaco de Pele
Vestida de Ego
Em seus ombros
Repousa a morte
Um crime!!

Na pele animal
Ser humano
Irracional
Um crime!!

 3871200006?profile=RESIZE_710x

    3871203135?profile=RESIZE_710x

3871206496?profile=RESIZE_710x

3871224303?profile=RESIZE_710x

3871225029?profile=RESIZE_710x

 

 Música de fundo
Chopin Nocturne Op.9 Nº2

  

DEIXE AS SUAS CONSIDERAÇÕES
JENNIFER MELÂNIA: Obrigada, Sam, por estar experiência. Apesar da taquicardia inicial, sobrevivi - ufa! Brincadeira. Quero deixar minha gratidão aos amigos e amigas da Casa, os quais me receberam com carinho. Agradeço a apreciação de todos às minhas humildes palavras.
Sou alguém que ama ler, escrever, pintar e também amo música clássica. Sou inquieta e faço muitas coisas, por isso às vezes sumo um pouco, rsrs. Mas, sempre escrevo.
É um prazer estar aqui com vocês. Minha admiração ao trabalho da Casa dos Poetas e da Poesia. Nossa Casa!!

 

Jennifer Melânia, agradecido pela entrevista. Agradecido por esse tempo concedido a nós.
“Sua entrevista só reforçou a grandiosidade
Da sua pessoa como ser humano”.
Abraços hollywoodianos
Até a próxima entrevista!

2066190?profile=RESIZE_710x

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Querido Sam, você sabe com maestria, invadir a nossa intimidade(no bom sentido, claro), e assim conduzir com elegância suas entrevistas. E como sempre, seu papel de entrevistador, é "dez nota dez".

    E voce Jennifer, foi  prazer imenso, poder conhecê-la um pouco mais. Linda sua trajetoria de vida. Uma pessoa agradabilíssima, serena, e muito sincera, com respostas sucintas, porém diretas. Você deu um show e assim, a platéia lhe aplaude. Parabéns querida. 

    Portanto, parabenizo o entrevistador e a entrevistada, e deixo aqui, um abraço carinhoso e doces beijos, em seus corações.

    • Boa noite, querida Sandra! Prazer o meu poder compartilhar com vocês um pouquinho de mim. Obrigada por vir.

  • Poeta Sam, achei linda a entrevista, como sempre a lucidez vem á tona na hora de fazer as perguntas.

    Sou seu amigo, por isso, sou suspeito ao elogiar e, posso exagerar no elogio, desta forma, poderá soar como falácia o que, evidentemente, não é, você é merecedor destes e muito mais.

    Sou seu fã.

    A poetisa é uma erudita, tem total controle sobre os temas e suas respostas foram sábias.

    É sempre um deleite, sentir a razão, o saber, o raciocícinio lógico aflorar e nos presentear com argumentos relevantes, elucidativos...

    Abraços, paz e Luz!!!

    • Obrigada, estimado poeta! Sua vinda é  uma alegria. Abraços poéticos. 

  • Menina, que linda você é! Amei te conher um pouco! Sua definição de literatura é um poema, lindo! Sua história de vida, um encanto! Parabéns, flor!

    Sam, você é um maestro! Amo o Cara a Cara e te digo mais, este quadro faria o maior sucesso na TV! :  )

    Já pensou vc sendo entrevistada ao vivo, Jennifer? Rsrsrs

    Beijos no coração de vocês!

    • Bom dia, Elaine. Obrigada por nos ler. Eu, entrevistada ao vivo "My God"! E meu lado tímida o que faria com ele kkkk

  • Maravilhosa entrevista. Conhcer um pouco da Jennifer é muito agradável. Uma entrevista tão bem articulada, respostas sinceras no ponto certo. Amei ler. Parabéns a ambos. FELICIDADES MIL

    • Norma, querida, obrigada por nos  ler. Abraços e minha admiração. Bjim

  • Que maravilha de entrevista  !

    Aplausos para Sam e Jennifer !! 

    Um abraço  carinhoso para os amigos queridos 

     Beijos

     Ciducha

    • Obrigada, Ciducha, por nos prestigiar com sua leitura. Abraços 

This reply was deleted.
CPP