LEONE- CARA A CARA COM SAM

 

SAM MORENO
SANDRA LEONE
SANDRA - Obrigado por aceitar a entrevista. É uma grande honra podermos contar com sua presença, suas respostas sem dúvida enriqueceram O CARA A CARA COM SAM.
Meu querido e nobre poeta Sam. Agradeço o convite, pela honra de integrar esse espaço virtual, onde você se mostra muito criativo em suas perguntas. Com certeza suas entrevistas têm grande contribuição para nossa literatura, dentro da Casa dos Poetas e da Poesia (CPP), assim, como em outros meios de comunicação. Com isso, você dá a oportunidade de conhecermos uns aos outros, mostrando um pouco de nós mesmos.

S-M: Eu sou eu! E você quem é?
SANDRA: Sou uma pessoa com defeitos e qualidades, como todo ser humano. Sincera, transparente, muito amiga e companheira. Algumas vezes introvertida, outras vezes inflexível, naquilo que acredito. Já fui muito perfeccionista, nos quesitos limpeza e organização, e muito exigente comigo mesma e para com os outros. Com o passar dos anos deixei de ser tão exigente, por perceber que não existe perfeição, já que ninguém é perfeito. Mas quando me proponho a fazer algo, procuro fazer da melhor maneira possível.

S-M: Já abandonou um arranca-rabo, mesmo sabendo que estava com a razão, porque estava com preguiça de continuar guerreando?
SANDRA: Sim. Não por preguiça, mas porque não valia a pena. Abandonar por preguiça, é favorecer o adversário, dando razão a ele. E nessas horas, é preciso ter jogo de cintura, agir com sabedoria, manter o foco, a calma, e tentar resolver tudo de forma pacífica... Foi o que eu fiz.
S-M: Conte algo que não sei...
SANDRA: Nunca lhe falei que eu fazia duas faculdades, uma de Jornalismo e Comunicação Social na Estácio e outra de Teologia na FAIT (Faculdade Iguaçuana de Teologia). A primeira tive que trancar por motivos de saúde, onde uma cirurgia na coluna, me impede de andar de ônibus e de dirigir, e a de Teologia, eu continuei porque fica próximo a minha casa. Não lhe falei em nossas conversas anteriores porque nunca achei necessário e também, porque não gosto muito de falar sobre essa cirurgia que quase me levou a óbito.

S-M: Quais as leituras que está fazendo no momento? No momento, estou lendo os livros: Armadilhas da Mente, do médico psiquiatra, professor e escritor Augusto Cury e Depois de Você, da escritora e jornalista Jojo Moyes.

S-M: A mulher bate no homem e se o homem revidar já é crime? SANDRA: Sim. Se for levar pelo Código Penal, é considerada legítima defesa, e pelo Código Moral, é crime. Essa mesma lei, é usada pelo juiz Mário R. de Oliveira, na capital de Cuiabá, onde ele sublinha dizendo: que o homem em lugar de usar a violência, deve buscar a tutela judicial para sua situação de ameaça ou de violência praticada por uma mulher, e merece atenção do Poder Judiciário, ou seja ele aplica essa mesma medida protetiva, dessa mesma lei, tanto para a mulher como para o homem.
Olha Sam (rsrsrsr), eu não acredito que haja esse homem que apanha de sua mulher ou de uma outra mulher que seja, e que o mesmo vá denunciá-la (rsrsrsr).

S-M: O orgasmo é assunto físico, ou emocional? SANDRA: Emocional. Embora, os aspectos físicos tenham seu peso nessa questão, os especialistas são unânimes em dizer que, o foco do problema está mesmo é dentro da cabeça. Então, ele só funciona a base do psicológico.

S-M: Você acredita devemos abraçar com todo o carinho do mundo o pecador. SANDRA: Existe uma reflexão teológica, onde se usa a seguinte expressão: "Deus ama os pecadores, mas odeia o pecado", nessa expressão percebemos que, mesmo sendo pecadores Ele não nos abandona, e que quando nos achegamos a Ele angustiados, sentimos Seu abraço nos consolando... A Palavra de Deus em Romanos 14.10 diz: Mas tu, porque julgas teu irmão, ou tu também, porque desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo.
Então, porque não abraçarmos com esse mesmo carinho, um pecador? Quem somos nós, para julgarmos quem quer que seja, não é mesmo?

S-M: Existe tratamento para disfunção sexual feminina? Existe sim. Talvez poucas mulheres tenham acesso a esse tipo de informação, sobre esse tratamento que na verdade, é uma terapia, chamada de Intrinsa. Que são adesivos cutâneos de testosterona que são usados para aumentar o prazer nas mulheres, permitindo que os níveis naturais de testosterona possam voltar ao normal, ajudando-as a restaurar a libido.

S-M: A homossexualidade refere-se à dificuldade que o indivíduo tem de se relacionar com indivíduos do mesmo sexo? Ou do oposto? SANDRA: Sabe-se que o homossexualismo, é o desejo e o interesse por pessoas do mesmo sexo... Portanto, eles têm dificuldade de aceitar a própria sexualidade.

S-M: Qual é o retrato da pessoa que ama demais, sem limites? SANDRA: As pessoas que mais amo, sem limites, são meus filhos, então, no meu caso,“são" retratos.

S-M: Se fala muito em falta de subsídio para arte. Como você vê esse cenário hoje?
SANDRA: Caótico. Meu filho mais novo faz curso de teatro. Em nossas conversas, ele sempre comenta a dificuldade do seu professor e da produção do teatro, em montar uma peça ou um espetáculo e o que os faz continuar, é o amor pela arte. Na verdade, ela sempre ocupou um segundo plano no Brasil. Na política principalmente, onde ela só é interessante como meios lucrativos e ela só pode existir se for medida em valores, o que é lamentável. É a arte, que nos faz ser brasileiros de verdade, através dos nossos costumes, por exemplo: na criação musical, nas danças folclóricas, na pintura, na dança ritmada, na nossa língua em diversos sotaques, e por aí vai. Eu acho que a arte no nosso país, deveria ser mais valorizada, com um pouco mais de atenção...

S-M: O que lhe tira do sério?
SANDRA: A falsidade. Por ela ser um distúrbio de caráter, fica difícil identificar isso. Já que pessoas assim, não demonstram o que são. E o que elas são? São mentirosas, traiçoeiras, dissimuladas e superficiais. Criam um "eu" idealizado, capazes de representar tão bem, a ponto de nos surpreender. E eu, sinceramente, não sei lidar com isso, e quando percebo a situação, não me manifesto, apenas me afasto sem dizer nada.

S-M: Se você tem alguma preocupação sobre o futuro da economia brasileira ou sobre sua situação financeira? SANDRA: Sim. No macro, 13.280.000 desempregados. No individual, o sustento da minha família. Analise bem, o salário de um deputado federal é de R$ 33.763,00. Um absurdo, para um país que está aparentemente falido, com os salários dos servidores e as contas atrasadas. E mesmo que digam que a inflação desacelerou e que o ano de 2016 fechou com um índice de 6,29% em pesquisas feitas pelo IPCA (o que não acho que seja verdade, porque quem faz as compras da minha casa sou eu), ainda acho tudo muito estranho e complicado, pois, se a minha situação financeira depende da economia do Brasil, eu tenho que me preocupar, porque nunca se sabe o que acontece por trás dos bastidores da política brasileira.

S-M: Você viveria à sombra de um homem atendendo suas vontades e reproduzindo os seus desejos? SANDRA: Não. A mulher que vive a sombra de um homem, não cresce, não se desenvolve como pessoa e não amadurece. Geralmente são inseguras. E sinceramente, é triste ver que em pleno século 21, onde a tecnologia avança em espaços de hora, possam existir mulheres assim. No passado, a mulher não podia fazer escolhas, mas hoje ela tem um papel importante na sociedade. Começando pela sua independência. Então, porque viver submissa a sombra de homem, reproduzindo suas vontades e os seus desejos? Se os desejos dele não forem os meus também, não tem acordo. Eu vou a luta.

S-M: Muitas mulheres apanham não fazem boletim de ocorrência, perdoam o agressor e depois apanham novamente. O que você diria para essas mulheres? SANDRA: Bastante complexa e polêmica essa questão. Existem muitos motivos para a mulher não denunciar o seu agressor. O amor, as condições econômicas, o medo de ficar sem o seu companheiro, e o medo de morrer... E ainda existem aquelas que têm esperança de que um dia eles mudem. Muitas apanham em silêncio, e as marcam não ficam só no corpo, mas também na alma. E só quando chegam ao seu limite é que criam coragem e os denunciam, isso quando dá tempo... Eu digo o seguinte para essas mulheres: que o primeiro amor de suas vidas, deveria ser o próprio. Que não sejam como um cavalo que quando preso, não pode manifestar sua força e coragem e só pode caminhar guiado pelo seu dono. Então, deem os primeiros passos, sejam úteis, porque mesmo que os seus passos as conduzam em direção errada, é melhor do que ficar parada, pois pela lei da Ação e Reação, o movimento para o lado errado, pode acabar desencadeando para o lado certo. Quem bate uma vez bate sempre. Não permitam que a carência ou a falta de amor próprio, lhes obriguem a continuar numa situação humilhante como essa, lutem por sua dignidade, que sejam fortes, capazes de se superarem, seguirem em frente, sem nunca perderem a fé.

S-M: O que é ser homem nos dias de hoje?
SANDRA: É difícil dizer. Porque a mulher se destacou muito nas últimas décadas, ela evoluiu bastante. Hoje ela tem o direito de igualdade, pode escolher, decidir, sentir prazer, etc... Com tudo isso, fica difícil dizer qual o papel do homem nos dias de hoje.

S-M: Finalize essa frase!
Prezado Rei Momo...
Certamente estarei sendo pretensiosa, mas gostaria de definir: SANDRA: Que a gente vive uma crise que tem impactado todas as classes sociais, e embora o carnaval brasileiro seja muito bonito, o país se encontra no fundo do poço e o povo se acabando no carnaval, como se não houvesse, desemprego, fome, com a maioria sem salário...

S-M: O medo da morte é o que nos mantêm vivos? Não. O que nos mantém vivos é a vontade de viver. SANDRA: Não. O que nos mantém vivos é a vontade de viver.


S-M: Já teve receio de demonstrar que não chegou lá para não decepcionar o parceiro?
SANDRA: Não. Ambas as partes têm que aprender a lidar e a demonstrar os efeitos dos atos sexuais, sem receios ou vergonha, senão, não vale a pena.. Se estão ali, é porque são íntimos, os dois têm liberdade suficiente, para debaterem qualquer assunto. Jamais vou estar num lugar desse com alguém que eu não ame. E conversar abertamente é o melhor a fazer. Porque penso que conversando, pode-se evitar um desgaste na relação sexual...

S-M: Quais desses esportes você não faria? Futebol, Atletismo, Xadrez, Muay Thai, Natação, Pilates, Caminhada. E por quê?
SANDRA: Eu não faria o Muay Thai. Apesar de ter sido criado com o objetivo de defesa, ele foi sendo aperfeiçoado e hoje é considerado um esporte de combate muito violento. Pois usa os cotovelos, os joelhos e golpes com a canela. Agora imagine meu caro Sam, uma cirurgiada de artrodese como eu, com uma prótese de seis pinos na coluna, praticando um esporte como esse? Rsrsrsrsr

S-M: Qual é o seu lema de vida?
SANDRA: Lutar sempre, regredir nunca, desistir jamais.

S-M: Cafajestes adoram o fato de múltiplas mulheres competirem por eles? Ou da adrenalina de lidar com várias mulheres?
SANDRA: Eles se sentem o máximo não é mesmo? Até porque, muitas vezes elas entram numa disputa acirrada por eles. E como são inteligentes, nem sempre as que se julgam muito experientes, conseguem perceber o quão manipuladores são, aí quebram a cara. Porque é certo duas coisas: Por eles serem cafajestes, só vão proporcionar a elas, um futuro sem compromisso, mas com uma presença marcante e inesquecível.

S-M: Existe conflito entre seu corpo e o cérebro? SANDRA: Sim. Muitas vezes o cérebro quer fazer uma coisa que o corpo hoje, não consegue mais...

S-M: O que é uma mulher com M maiúsculo?
SANDRA: Pra mim, é aquela mulher determinada, inteligente, com atitudes e sabe o que quer.

S-M: Se você não estivesse no Brasil, estaria em que País? SANDRA: Olha, existe um país que me encanta muito, que é a Itália. Por ela ter vivido no tempo medieval período de grandes divisões, as cidades se fecharam dentro de muralhas e com isso, surgiram os vilarejos, que inclusive, são considerados a menina dos olhos dela e seria lá num desses vilarejos, que eu estaria se não estivesse no Brasil.

S-M: Quais foram suas maiores fontes de inspiração? SANDRA: Quando eu tinha doze anos de idade, uma professora de português distribuiu em sala de aula, um livro cujo título era Memórias de um Cabo de Vassoura, do escritor Orígenes Lessa. Nunca tinha lido um livro até então, amei a história e quando conheci o caminho da biblioteca da escola ia diariamente lá na hora dos intervalos, e dali por curiosidade fui conhecendo alguns escritores e poetas, como Cecília Meireles, Carlos Drummond de Andrade, Cora Coralina, Clarice Lispector, entre outros. Posso dizer que muitos deles foram as minhas fontes de inspiração.

S-M: Se voltasse ao passado consertaria seus erros, ou reviveria tudo novamente? SANDRA:
Acho que faria algumas coisas diferentes e reviveria outras, mesmo com os erros, porque foi através deles que cresci, amadureci, adquiri experiências e aprendi.

S-M: É verdade que a mulher country pisa forte no chão? Quem quiser casar com ela, tem que ser bom peão, não precisa ser bonito, tem que ter educação? Tem que usar o seu talento para domar seu coração, porque no amanhecer do dia ela diz: setenta capetas juntos não fazem o que uma mulher country faz.
SANDRA: Bom, eu acho a mulher country tão feminina, que dizer que ela pisa forte no chão, é exagero né? Elas vêm conquistando o seu espaço, nesse mundo, e talvez por serem determinadas e com personalidade, costuma-se defini-las de diversas formas. Eu acredito que para casar com ela, não seja preciso ser bonito, embora, esse fator seja essencial. Mas ser educado sim, porque o homem educado geralmente é galanteador. E quanto a ser peão, talvez. Não creio que seja necessário usar talento para domar o seu coração, porque toda mulher tem seu lado sedutor. E as cowgirls como são chamadas, são lindas, vaidosas e sempre vão para o rodeio traiadas (maquiadas e bem vestidas), no seu estilo próprio de ser e de falar.
No que diz respeito ao marido vacilão, talvez esse poeminha traduza o que elas querem dizer realmente....rsrsrsrsrsr
‘’Ao peão, comigo é na base do laço
Aqui você ganha carinho, beijo e abraço
Mas se machucar o meu coração
Vai comer poeira no chão.
(Desconheço o autor)’’

 

S-M: Qual o seu entendimento metodológico no âmbito da poesia? SANDRA: Eu compreendo a poesia como linguagem em sua carga máxima de significado e de reflexão, como poesia pensante, porque ela também é dança, ritmo, música, sentimento, emoção e revolução. Poesia tem função social, caráter ético e humanizador, capaz de mudar o mundo. Ela tem uma grande importância em nossa vida nos proporcionando o encontro com a cultura. Não devemos só ler a poesia, mas interpretá-la e comentá-la. Isso se chama interação, senão, estaremos escrevendo para ninguém ou para as paredes, devido o quase inexistente comentário na pagina do autor. É importante que haja um convívio, mas para isso, precisamos nos comunicar através dos comentários, porque poesia é isso, é comunicação, interação e participação.

S-M: Entre a teologia e a ciência existe uma terra de ninguém? SANDRA: Na verdade um depende do outro, ou seja, todo conhecimento definido pertence a ciência, e todo dogma, quanto ao que ultrapassa o conhecimento definido, pertence à Teologia. Sendo que, os grandes filósofos dizem que, entre a Teologia e a ciência existe sim, uma Terra de ninguém, chamada Filosofia. Porque ela é considerada a intermediária entre a Teologia e a Ciência.

Um pedido clássico do Cara a Cara...
Faça sua leitura nessa imagem!

"OSTENTAÇÃO, UMA PRAGA VIRTUAL."

 

 

Musical de fundo
Alan Jackson - Livin On Love

Suas considerações finais

 Sam, fiquei muito feliz pelo convite e dizer que adorei ter participado dessa entrevista.
Espero ter dado o melhor de mim.
Agradeço o seu carinho, a sua desenvoltura.
E competência como entrevistador.
Um grande abraço!

Gostaria muito de agradecê-la...
Pelo empenho e por toda aplicação.
Foi um prazer imenso tê-la no
Cara a Cara com Sam.

Abraços hollywoodianos
Até a próxima entrevista!

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Parabens Sandra Leone e Sam pela deliciosa entevista !

    Muito bom conhecer um pouco de voce e sua caminhada,

    Um abraçõ carinhoso

  • This reply was deleted.
    • Olá Sérgio, sou eu quem peço desculpas pela demora em vir aqui lhe agradecer, estou num momento (em termos de saúde), muito delicado da minha vida e como estou já algum tempo afastada da CPP, decidi dar uma passada por aqui. Agradeço o carinho de sua visita e comentário e deixo o meu abraço.
  • Amada Menina Poeta ex PF - Atual e para Sempre "PL"...

    Perdoe a demora em vir ateh aqui para APLAUDI-LA - me juntando aos quantos aqui vieram - conhece-la ainda mais um pouquinho da Força do Amor que existe em Ti...

    .

    Bem sei que no momento atravessas períodos de turbulência com tua Saúde... Na UNIÃO de Nossos Pensamentos Amorosos que tem também o Poder Curativo, saiba que de mãos dadas te enviamos Vibrações que a deixarão bem... Creia Nisso!!!

    .

    PARABÉNS AO SER QUE ÉS - em todos os Níveis (Corpo - Mente - Espírito)... AMAMOS TUA ENTREVISTA onde conhecemos outros detalhes que inda não sabíamos de Ti.

    DEUS A Abençoe em cada amanhecer de Tua linda vida e aos que amas!

    Ah... Parabéns ao Produtor / Diretor / Entrevistador Hollywoodiano SAM... - Só quero ver "O COMO" e quando vai também se expor às Entrevistas!!!

    SKMA - gaDS

    Ah 2 = Em Constructo ainda - mas Temos Nova Pagina neste Grupo (Galeria de Entrevistados) onde podem ser ACESSADAS TODAS AS ENTREVISTAS REALIZADAS PELO NOSSO SAM!

    PARA TANTO - deixamos a seguir o link para quem assim o desejar.

    http://casadospoetasedapoesia.ning.com/grupos/cara-a-cara-com-sam/g...

    Todas as fotos - Cara a Cara com SAM
    Onde o amor e a amizade se encontram em poesia
    • Só entrei aqui querido Zeca, para lhe dizer que,suas palavras de carinho me emocionaram  muito (aliás, estou super sensível, deve ser o meu estado atual), recebo de coração todas vibrações positivas que me forem enviadas, pois estou num estado muito delicado da minha vida, onde não pensei voltar. Mas deixando as delongas, agradeço por tudo o que foi dito aqui sobre a minha pessoa e com certeza, estarei de volta em breve, firme e forte. Bjos nesse coração lindo que você tem.

      Todas as fotos - Cara a Cara com SAM
      Onde o amor e a amizade se encontram em poesia
  • A Sandra, amiga e poeta Leone, além desse espírito hollywoodiano, tem a bravura do povo brasileiro, não desiste nunca, amealha energias com o Supremo e nos surpreende com uma entrevista de altíssimo teor de amabilidades, conhecimentos gerais, e o coração de mulher família e de singularidade espetacular. Poeta e filósofa nas horas vagas, sempre com o sorriso cativante,  dona de um carisma indescritível, honra-nos com sua presença nesta Casa ofertando-nos ses escritos advindos do recôndito de sua alma.

    A ti, meu amigo Sam, sempre conduzindo com maestria o parque estelar de entrevistados, o meu reconhecimento e apreço pelo teu fiel profissionalismo.

    Rui Paiva

    • Rui, agradeço por suas palavras de carinho e tão sinceras. Saiba que a minha admiração e amizade por você são recíprocas. Bjos no coração.

  • Parabéns Sandra Leone pela entrevista  e parabéns ao SAM MORENO entrevistador. Cada pergunta difícil hein, mas vc se saiu muito bem querida.

    Comecei a ler e vi que não daria para fazer uma simples leitura dessa entrevista. Tive uns problemas de saúde na família e me ausentei um pouco, o qual peço desculpas aos dois.

    Mas ...vamos lá...Sandra, me identifiquei em muitos temas com você, por isso fiz questão de tirar um bom par de horas para estar aqui....e ler com calma essa maravilhosa Entrevista.

    Música de fundo também excelente.

    Não sabia de suas cirurgias e digo-lhe que é uma guerreira, que apesar delas, ainda faz muitas coisas e que apesar dela, estampa esse lindo sorriso na face.

    Também amo a Jojo Moyes e fiquei apaixonada pelos seus livros, consegui ver o filme...Como eu era antes de você. Vc o assistiu?

    Como vc admiro os autores que citou...Carlos Drummond de Andrade, Cora Coralina, Cecília Meireles...rs

    Suas respostas muito inteligentes fez com que eu a conhecesse melhor e a admirasse mais ainda. Família maravilhosa, é tudo de bom. Parabéns.

    Sua cidade lindíssima, gostaria de um dia poder conhecer.

    Muito mais a comentar, mas o que quero dizer que lhe desejo muito sucesso, carinho e amor de todos que a rodeia e nosso também aqui dessa Casa de Poetas.

    E ser "country" como o SAM MORENO fala, é ser bom demais....Viva a vida.

    E ofereço a vcs numa oportunidade, não só a calda de meu pudim, mas também o pudim que é uma delícia, viu SAM...rsrs

    Grandes poetas  e pessoas a quem tiro o chapéu e aplaudo.

    Abçs carinhosos de Veraiz Souza

    • Veraiz querida, fiquei imensamente feliz por sua visita.. Sim, fiz três cirurgias de coluna em quatro meses, e na segunda, quase fui a óbito. Mas o Deus que eu sirvo, me prometeu vitória e hoje estou aqui. Que bom, que temos algumas coisas em comum, e, eu assisti sim, o filme Como eu era antes de você, me emocionei muito e amei. Obrigada por todo esse carinho ao me comentar e pelas palavras de força. Bjos nesse coração lindo que você tem e não preciso dizer que você é DEZ.

      • Oi Sandra, acho que as mulheres poetas são mesmo guerreiras. Quantas coisas importantes e emocionantes na sua entrevista.

        Pessoas que só leem nossos versos não sabem o que existe em nossos bastidores.

        Você é linda de alma e espírito, como disse...Amei conhecer mais um pouco de você.

        Fique sempre com esse Deus maravilhoso que nos dá vida e nos aquece.

        Beijão da Veraiz

  • Adm

    Aplausos Sandra Leone pela tua trajetória de vida, por não desistir dos sonhos e por passar esse espírito alegre que se sente em tuas palavras, em tua poesia.

    Parabéns pela tua família, mantenha-a sempre pertinho, pois quando tudo parece perdido é dela, família, que vem a força.

    Foi gratificante te ler.

    Aplausos Sam pela, entrevista, pelo teu trabalho e dedicação.

This reply was deleted.
CPP