ANTOLOGIA AMOR E AMIZADE - NATAL 2018

 

ANTOLOGIA AMOR E AMIZADE - NATAL 2018

TEMA: "É NATAL! QUE BOM SERIA..."

de 25/11/18 à 31/0119

* 02 (duas) obras por autor;

* Textos em prosa ou poesia com no mínimo

07 versos e no máximo 30 versos;

* Os textos deverão ser pertinentes ao tema e

serão postados dentro desta oficina, na caixa de respostas

abaixo, sem formatação. SOMENTE TEXTOS!

* Os textos farão parte da Antologia de Natal 2018 e do Ebook

da Casa dos Poetas e da Poesia!

* Serão concedidos certificados de participação!

BOAS INSPIRAÇÕES!!!!

 

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Natal

    Ah! Se eu pudesse fazer desse Natal
    Um dia unicamente dedicado ao amor
    Para que no ano vindouro o amor fosse vital
    Interligando o mundo ao seu Criador

    Vendo o amor germinar feito semente
    Em nossas vidas e em nossos corações
    Suas raízes sendo elos em corrente
    Unindo nossas almas e as nossas emoções.

    Eu quero o papai Noel da minha infância
    Não uma figura vazia e comercial
    Quero aquele que era repleto de inocência
    Vestindo de fantasia a minha noite de Natal.

    Quero ouvir os acordes natalinos
    Com estribilhos de amor em cada verso
    Anunciando o nascer do Deus menino
    Nas harpas angelicais do universo.

    Quero, enfim,  que esse dia de Natal
    Se estenda para  todos os continentes
    Que ele seja realmente universal
    Natalizando o mundo inteiro e toda gente.

    Marsoalex -  11/12/2013

  • Natal.

    Estamos na época da maior festa ocidental
    Promovida pelos adeptos do cristianismo
    E todos os cristãos se rendem ao Natal
    Verdadeiramente ou no maior cinismo
    Daqueles que esquecem do ator principal
    Jesus Cristo, relegado ao ostracismo.

    Há muito que o verdadeiro espírito natalino
    Se perdeu na ganância dos que vendem
    A santidade e a pureza de um Deus menino
    Transformando a fé cristã num ato comercial
    Que destoa até mesmo o repicar do sino
    Que não sinaliza mais a noite de Natal.

    Apesar da euforia que vejo pelas ruas
    No corre, corre na compra de presentes
    Eu vejo em cada rosto essa verdade crua
    Que mesmo, acompanhados do aniversariante
    Que no trajeto inteiro se mostra, se insinua,
    Em gestos, em palavras de alguns passantes,
    Cada um dos cegos, surdos, simplesmente, continua
    Com o aniversariante ali, do lado e ninguém sente.

    É por isso, que o Natal com toda pompa e brilho,
    Às vezes, me envolve em grande nostalgia.
    Eu mesmo acompanhada de todos os meus filhos
    Marido, noras, genro, netos, amigos e alegria
    Eu vejo que esquecido, aquele Deus Menino,
    Que insiste em estar presente, embora, impercebido,
    Tentando penetrar em corações fechado
    Pra redizer do reino por Ele prometido
    Que a falta de amor tem mantido trancado.

    Marsoalex – 23/12/2019

     

  • LEMBRANÇAS DE NATAL
    Por Alberto Valença Lima

    Lembro-me de quando criança
    O Natal era a melhor das festas
    As cores se espalhavam por todo canto
    E luzes não cabiam nos espaços.

    Vivíamos todos à espera
    De que aquele bom velhinho
    De barba branca e enfeitado de algodão
    Chegasse pela janela
    Trazendo os presentes
    Que cada um de nós lhe pedira
    Na antiga Viana Leal
    Que nesta época não cabia
    Tantas crianças em fila
    À espera para falar
    Com aquele Papai Noel
    Que sentado numa cadeira
    Que parecia de um rei
    E no seu colo contar
    O que gostaríamos de ganhar.

    Nota
    Viana Leal era uma loja de departamentos, a primeira do Recife a possuir escadas rolantes, localizada na rua da Palma. Era famosa pelo Papai Noel que em todos os anos, ficava por horas a fio, recebendo milhares de crianças que faziam fila para dizer a ele o que desejavam de presente no natal. E é claro, que os pais ficavam junto para ouvir os pedidos de seus filhos.

  • Por Alberto Valença Lima


    Sim, é Natal.
    E hoje me sinto
    Dentro de um cristal
    Embriagado pelo absinto
    Vejo flores no meu quintal
    Bebendo meu vinho tinto
    Quero te mandar um postal
    Mas não quero ser tão sucinto
    Nem tampouco ser tão fatal
    E chegando neste recinto
    Adentrando a mais um portal
    Querendo ser muito distinto
    Ofereço meu amor total
    Me vendo em um labirinto
    Que bom seria se eu não fosse

    Um simples e apaixonado mortal.

     

    (Alberto Valença Lima)

     

  • Natal dos pobres

     

    O amor de Jesus é grande, exemplar

    Um sentimento tão bom de se imitar

    Pois faz muito bem, socorrer, ajudar

     

    Sempre há um pobre sem ninguém

    Que para o natal nada ele tem

    É muito promissor ajudar alguém

     

    Devemos sim praticar a caridade

    A quem tem pouco, é fraternidade

    Levar a alguém um pouco de felicidade

     

    Sempre puder doar roupas e alimentos

    (Norma A S de Moraes)

  • Amor e paz, esperança é natal

    Abraçado ao tronco do amor
    Com os olhos perdidos no tempo
    Sem voz para gritar
    Passeando por uma praça de fé
    Caminhar procurando carinho
    Procurando o amor para doar
    Uma alma bondosa para abraçar
    No altar da vida agradecer
    De joelhos, para rezar
    Com os olhos trêmulos
    Louca para perdoar a ira
    Sobre a poeira do amor de onde virá
    Rocha pesada nos ombros
    Faminta por um descanso
    Observando o mundo apático
    Deitada desejando a sorte 
    Filha de um cego andante
    Querendo prova de amor
    Procurando um beijo na terra
    Pedindo perdão de um pecado ao santo 
    Olhos úmidos de sangue
    Faminta por água na boca
    Desejo do perdão
    Deitada ao sol para pagar os pecados
    Pedindo perdão para os pecadores
    Celebrando a união povos
    Abençoando as alianças de ouro
    Na certeza de um abraço às crianças
    Sagrada hóstia para os que comungam
    Trilha para chegar ao altar
    Um beijo aos pés, deixa-os comovidos
    Bons, são os de boa fé
    Feliz ao aconchego familiar
    Bebendo a água sagrada pela sede
    Um sono na tarde quente
    Livre da maldade dos homens do poder 
    De joelhos reza no oratório de uma santa
    Sente como uma criança
    Livre dos pecados
    Pede bênçãos para as crianças abandonadas

    Autoria: Jose Hilton Rosa

  • PROCEDIMENTO NORMAL DE POUCOS,..., INFELIZMENTE, UTOPICAMENTE IRREALIZÁVEL PARA MUITOS!

    Mais uma vez, a maior festa cristã está às portas,

    Na imensidão dos que por aqui vivem uma vida teste...

    Há ainda quem conteste,

    Não de forma convincente, mas por linhas tortas...

    Sobre o PODER ou não de Nosso Criador,

    De há muito sonho com coisa simples, talvez alguns segundos apenas...

    Nada de muito grandioso, apenas um gesto expontâneo e com muito fervor, 

    De TODOS os que por aqui celebrarem, sem muitas cenas...

    Que bom seria, ao soar a meia-noite de 25 de dezembro,

    Pensamentos congestionassem o Céu, com muita sinceridade e clamor...

    Pedindo com veemência, pois somente assim eu vislumbro,

    Muita PAZ, CONGRAÇAMENTO e, sobretudo, gestos ao semelhante de MUITO AMOR!

     

    HERMES ISRAEL CORREIA DA SILVA - HICS

    PARA O NATAL/2018 

  • SONHADORA!
    Pode até me chamar de sonhadora.
    Mais o natal que eu quero
    E um natal mais humano
    Que neste natal possa haver mais
    Harmonia e paz entre as famílias.
    Que todos possam ter em sua mesa
    Pelo menos o básico para festejar o natal.
    Que as crianças possam não ficar decepcionadas
    Com o papai Noel.
    E muito triste uma crianças ver tantas
    Crianças correndo pelas ruas com seus
    Brinquedos que receberam do papai Noel.
    Pode me chamar de sonhadora
    Mais fico muito triste quando vejo
    Tantas desigualdades.
    Uns com tanto e outros e outros ficam só a sonhar.
    O Deus neste natal faça acontecer
    Um milagre para os pequeninos que
    Cada um tenha no mínimo um carrinho
    Ou uma bonequinha.
    Pode me chamar de sonhadora mais
    Esse é o meu desejo!
    Eudalia Martins...

    NATAL 2018


  • Reflexão de Natal 2018



    Reflexão de natal (2018)

    Mais um Natal vem chegando

    É tempo de procurar refletir

    Cada mensagem vem avivando

    Para mais amor se construir

     

    Tanta dor na humanidade

    Uns felizes outros miseráveis

    Sem fraternidade, igualdade

    Sem consolo palavras amáveis

     

    Quanta dor e desigualdade

    Os pobres trabalham sem parar

    Tentam lutar contra adversidades

    E o rico mais escraviza sem avisar

     

    O pobre não vai poder sonhar

    Não vai ter tempo para pensar

    Nem tempo para descansar

    Pois o alimento precisa buscar

     

    O rico, mais rico vai ficando

    O salário do trabalhador chorando

    Pouco a pouco, direitos tirando

    O operário fica triste rezando

    Reflexão de Natal 2018
    Reflexão de natal (2018) Mais um Natal vem chegando É tempo de procurar refletir Cada mensagem vem avivando Para mais amor se construir   Tanta dor n…
  • JOSE HILTON ROSA 26 de Novembro de 2018 as 11:29am

    Natal para as crianças

     

    Que o brilho nos olhos das crianças
    não ofusca a bondade dos adultos
    igual ao pai que leva o saber de sua bondade
    para o leito de sua família

    Com as mãos tremulas
    tenta acariciar as ondas revoltas
    que preza a humilde sabedoria
    que o filho deu à beleza do carinho inocente ao pai

    Deitados em leitos de palhas
    bebendo a água como o alimento sagrado
    respirando sonhos em nuvens de fumaça
    caminhando pela lama seca deixada pelos ingratos do poder

    Alimentando com os restos deixados pela elite
    estudando com os escritos esquecidos
    procurando os seios de uma mãe pátria explorada
    que não cansa de ter sede do querer

    Crianças que querem luz
    não querem a cruz
    com lágrimas olhando seus pais
    enxergam apenas o olhar triste da mãe.

    Autoria: Jose Hilton Rosa

    JOSE HILTON ROSA
    Onde o amor e a amizade se encontram em poesia
This reply was deleted.
CPP