Gestores

II Oficina de poema que não tem fim - CPP

Regras

1. Todos os membros podem participar;

2. O membro participante compõe, sempre, no ultimo verso do poema que está na frente da página ( em primeira vista);

3. O participante deve postar sua resposta na caixa de texto acima, e nunca em resposta.

4. É vetado comentários sobre os trabalhos para não quebrar a sequência;

5. No caso de haver duas postagens ao mesmo tempo, permanece aquele que postar primeiro, o segundo deve ser excluído.

6. Vetado o uso de imagens.

7. Permitido formatação dos poemas

8. Os poemas dispensam títulos na sequência.

Cumpra-se!

Verso para começo

Calando a voz da minha razão

Boas composições!

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

    • Ma - ra - vi - lho -sa! Parabéns, Márcia.

  • O anjo

    Caminha a seu lado mantendo seu porte
    O anjo que Deus enviou para te proteger
    Segue contigo nas trincheiras do viver
    Sempre vigilante e guiando teus passos

    Esse ser angelical que foi escolhido
    Há tempos vem te salvando e livrando
    de incômodos certeiros e mal quereres
    Basta ouvir a voz do anjo sussurrar
    no inspirador silenciar da sua alma

    Todos nós, temos um anjo a nos guiar
    ainda que por vezes, possamos desacreditar
    do anjo que Deus nos enviou para nos orientar
    Respire, inspire, mantenha essa ligação
    e sinta todo poder que emana dessa conexão
    O universo divino te oferta sempre o melhor!

     

    Lilian Ferraz

    20/09/2021

  • Lampejo

    E todo meu ser encheu - se de incerteza!
    E todo meu mundo caiu sobre mim
    Me vi tão sozinha e perdendo a destreza
    Tão fraca me encontro pensando no fim.

    Então me reponho na fé que sustento
    E vejo o começo de uma nova era
    Que abraça com força todo o pensamento
    Lembrando vitórias no tempo - quimera.

    Nos lábios um sorriso pra vida desperta
    Abrindo a janela dos anos revejo:
    Aquela menina que jamais se aperta
    Diante da lida, pois tem um manejo.

    Manejo eficaz que jamais a fraqueja
    Um anjo, um amigo que é seu suporte
    Tem sempre uma luz que de longe lampeja
    Caminha a seu lado mantendo seu porte.

    Márcia A Mancebo
    03/09/2021

  • Tristeza.

    "Mas, perdera-se no tempo o momento mágico!"
    Como se fosse com punhal grafitada
    Em meu coração com tão grande tortura
    Palavras tão duras na mente gravada.
    A frase do adeus na memória perdura.

    O aceno no olhar marcou todo o momento
    Que na despedida soou tristemente
    Por mais que tente apagar do pensamento
    Sufoca, devora, mata lentamente.

    Matou lentamente um amor tão bonito
    Que por tantos anos levou - me ao infinito
    Fazendo - me ver o viver diferente.

    Hoje minhas lágrimas rapidamente
    Marejam meus olhos de tanta tristeza.
    E todo meu mundo encheu - se de incerteza!

    Márcia A Mancebo
    25/08/2021

  • MÁGICO MOMENTO.

    “No ápice de sensações, numa entrega ardorosa e total”,
    Calou-se o bardo, duvidava... Não sabia se era real
    Aquela silhueta que, linda e elegante, pairava a sua frente!
    O mundo, pensava, havia-lhe sido por demais cruel,
    E não cria que o amor pudesse ter aberto seu céu,
    Assim, inacreditavelmente e tão de repente!

    Então, sem dar crédito à sua própria intuição,
    Seguiu seu caminho sem qualquer tentativa ou ação
    Levando consigo um sentimento sinistro, trágico!
    Quis voltar depois... Tirar da alma tal contenda,
    E em desespero atroz quis achar a perdida senda,
    Mas, perdera-se no tempo o momento mágico!

    Nelson de Medeiros

    C. Itapemirim(ES)23/08/2021.

    • Ficou muito bonita e tocante sua continuação...Saudações, poeta.

  •  

    Enaltecer aqueles momentos sublimes de amabilidade, do amar

    Num ardoroso encontro romântico que nos alicia

    Sem intenções veladas, somente a vontade explícita

    No fulgor de que a libido nos induz e vicia.

     

    Paremos, então, o tempo. Tudo a nosso contento

    Vibrações emanadas de uma junção amável e sensual

    Onde o amor inspira emoções, antes dormentes

    No ápice de sensações, numa entrega ardorosa e total.

     

    Lilian Ferraz

    23/08/2021

  • Somente explicável pela sabedoria,
    Compartilha teu amor com meu coração
    Presenteia meus olhos cheios de melancolia
    Com teu riso alegre que soa como um afinado violão.

    Quero poder sanar meus temores nos teus braços
    Viver contigo uma história de amor, de alegria.
    Desejosa por estar nos teus delituosos versos,
    Sempre a aguçar teus desejos e fogosas fantasias.

    Traz poesia com versos que me dê motivos para acreditar
    No amor, na doce paixão, no querer estar sempre ao teu lado...
    Para que eu possa ser feliz... E outra vez com o amor sonhar
    Retornar a viver de mãos dadas com um amor apaixonado.
    A enaltecer aqueles momentos sublimes de amabilidade, do amar.

    Luly Diniz.
    11/08/2021.

  • Traz ao papel, a minha simples poesia,
    A firme vontade de jamais arrefecer
    O saber de quem encanta e extasia
    Sem impor a sua vontade e seu poder.

    A manifestação da verdade bem insiste
    Que alavanque-se lentamente a consciência
    Que vai além da fronteira, mente e limite
    Sem a pressa imatura da aparência.

    Não se pode, na razão dos fatos, esbarrar.
    Razão e mente desfrutam do intelecto
    Sem darem-se conta da conta que tem que dá.

    A manifestação do que há de mais valia
    Certo é a essência, núcleo sim da verdade
    Somente explicável pela sabedoria.

    Parnamirim/ Rn
    Em 20. 08. 2021

  • Simples poesia

    "E a nosso viver de amor se reveste! "
    De anseios profundos , de felicidade
    De sonhos sem fim...de esperança constante
    Ornando com flores minha realidade
    Eu sigo contente com olhos brilhantes.

    De amor revistada, não sou indiferente
    E nesse momento só quero saber
    A fórmula certinha pra seguir em frente,
    A estrada florida pro meu amanhecer.

    Lá onde a saudade não encurta os meus dias
    Lá onde o amor ganha força e magia
    E a inspiração aliada a fantasia
    Traz ao papel a minha simples poesia.

    Márcia A Mancebo
    07/08/2021

This reply was deleted.
CPP