Gotas de Felicidade

 

Gotas de felicidade!

 

3665949368?profile=RESIZE_710x 

 

 

Crede que estou insano no ocaso da vida ?

Eis que me avistais regando nuvens,

Num gesto surrealista e senil?

Talvez, meninos,  talvez...

Nutro,  contudo, sincero desejo

Me anima sublime motivação

De encontrar um solo fértil,

E nele semear um grão

E após o noturno orvalho

E a brisa da madrugada

Descobrir o broto no límpido amanhecer

Ainda antes do sol resplandecer.

E vê-lo então germinar, crescer e florir...

E indagareis: - Ora, que semente é essa

Que buscas, já alquebrado e sozinho,

E que frutos darão, bom velhinho,

Nesse frágil gesto de regar nuvens?

- É a paz, meninos, o conforto a toda gente

Acreditem – essas nuvens que rego

E se transformam na chuva que cai

É um sinal, a luz do Altíssimo,

Inda que sejam tão só gotas de orvalho

Levam a felicidade que almeja cada coração!

 

 

Pedro Avellar

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

This reply was deleted.
CPP