Mulher de cor, cores sensuais

Faz do seu corpo a morada da felicidade

Faz sentir o calor do amor, da sensualidade

Sem crise e sem espada, prazer

Querendo ser feliz, dança no espelho

 

Na luz do dia querendo brilhar

A fome do desejo querendo matar

Cantando para o prazer do sentir

Alegria e luz para refletir

 

Conhecendo todos os passos 

Controlar os olhos da amizade

É como um pássaro cantante

Aproxima sempre com as cores do seu habitar

 

Passos silenciosos

Sede de beber

Palavras de mulher

Quieta no seu saber

 

Passos em marcha

Gosto indeciso

Visão transviada

Parada sem dor

 

Mulher morena, calada

Cheiro de flor

Cada uma ao seu lado

Rosa, filha da flor

 

Dizendo versos de amor

Mulher de cor, cores sensuais

Com seu amor pela arte

Desejo é viver com prazer, prazer colorido

 

José Hilton Rosa

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

    • Agradeço a arte e diagramação. Obrigado Marsoalex

       

  • Maravilhoso poema, Hilton! Aplausos!

  • Jose Hilton maravilha gostei parabéns...

    • Obrigado Eudalia

  • Sensível, você captou muito bem o que lhe passou a imagem.

This reply was deleted.
CPP