O refletir da noite

É noite

E o desejo que não dorme

Acende-se intencional

 

As estrelas em constelação

São holofotes a brilhar

Anuindo refletida paixão

 

As sombras de dois

Contrariam obscura imagem

Luzindo o antes e o depois

 

A penumbra ganha vida

O ar ecoa sussurros

Cúmplices desta entrega desmedida

 

E neste cenário ideal

De escuridão sensual

O amor acontece

De maneira elemental

 

E mesmo que se queira conter

Nada consegue romper

O que se sucede

Entre o crepúsculo e o amanhecer

Suzete Palitos - 24/11/2016

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Magnífico poema, Suzete! Aplausos! Bjs

  • Meus aplausos. Valeu. 

  • Belo anoitecer! Parabéns e um Feliz 2017.Abraços Poéticos

  • Adm

    Linda interpretação da imagem. Gostei muito. Parabéns!

  • Cumprimentos!  Cada frase, cada verso acompanha sentimento.

  • Simplesmente maravilhoso, Suzete! Meus aplausos! bjs

  • Suzete,
    Bravíssimo!!!
    Um esplendor poético!
    Verso a Verso...
    Intencionalmente... Compartidos!
    Abraço poético,
    Zana
This reply was deleted.
CPP