AMORES

 

Alguns amores foram e deixaram de ser

Findaram ao longo da existência

Outros, contrariamente

Permaneceram sem nunca terem sido

Nasceram de uma utopia

Como fantasias de uma mente insana

Ou  paixão de um coração carente

Há um preço a se pagar por eles

De tão recalcitrantes parecem verdadeiros

Embora há muito deixaram de ser sonho

E desde então viraram pesadelo

 

F J TÁVORA

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Gestores

    1841471342?profile=RESIZE_930x

  • Gestores

    1841465486?profile=RESIZE_710x

  • Muitas vezes perdemos um grande amor de bobeira, e a saudade então será eterna, mesmo se refazendo a vida. Coisas boas deixam saudade. Aplausos mil

  • Tem amores que são pura ilusões e devastam corações devido suas falsas promessas. Belo trabalho. Parabéns

  • Que lindo, Távora! Certos amores viram pesadelo mesmo... e o pior é que a gente às vezes até se acostuma e gosta deles... vim te ver! Bjs

  • Linda poesia poeta Francisco José abraço...

     

This reply was deleted.
CPP