GOSTAR É POUCO

 

 

GOSTAR É POUCO

Eri Paiva

Mais que gostar é o que sempre senti

Quando, aos poucos, minha vida invadiste!

Não tenho porque ocultar nem mentir

O que, há anos, o coração insiste!

 

Rendo-me ao amor que me faz querer,

Estar e viver contigo, aonde for

E nesse estar, deixar-me transparecer

Como reduto do mais verdadeiro amor.

 

Um amor-gostar é pouco, muito pouco!

Jamais dá conta da beleza, do encanto,

Da entrega, da renúncia e até do pranto

De um coração feliz, saudavelmente louco!

 

Um amor-gostar é um amor-metade

Sem compromisso, fugidio, se assim queira.

Facilmente troca o amor-verdade

Por uma simples e pueril brincadeira!

 

Natal/Rn - Em 04. 12. 2018

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Que linda inspiração poética parabéns amiga Eri Paiva abraço...

    • Eudália obrigada amiga. Bj

       

  • Adm

    Oi Eri, é lindo teu poema.

    Receba meus sinceros aplausos ao teu trabalho de composição poética.

     

    Pergunto-te: Este poema foi feito sobre o tema: Quando encontrei o amor?

     

    • Amiga obrigada pelo comentário ao MEU GOSTAR É POUCO

      Sim, eu o fiz para a Antologia! Não assumi o titulo mas a temática. Algo errado?

      Amiga, eu postei um poema MEUS CABELOS BRANCOS e nao o encontro. Vi que alguém comentou, mas agora não o vejo. Há uma informação "pedimos desculpas, a página não foi encontrada". Podes ver isto prá mim? Se sumiu eu quero postar novamente.

      Bjs querida

    • Adm

      Não querida, Eri, está tudo bem.

      Quanto ao poema que tinha como título Meus cabelos brancos deves postar no blog amiga. Deixei orientações de como fazê-lo em tua página na parte dos teus recados.

      Teus cabelos estão lindos, Eri.

      Bjs

This reply was deleted.
CPP