RENASCER

 

A fonte de minhas lágrimas

Há muito o tempo secou

Meu coração ainda repleto

Do mais puro e terno amor

À espera que tu retornes

Com a mesma paixão e furor

E que das cinzas apagadas

Nossa paixão medre  fagueira

Reacendendo as  labaredas

De uma união verdadeira

 

F J TÁVORA

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

This reply was deleted.
CPP