Posts de Ana Lucia Mendes dos S.Sampaio (90)

CARINHOS EM VERSOS DOURADOS

 

 

 

Tão zeloso vais tecendo carinhos em versos dourados

Somos fusão de pensamentos

Em um poema-amor devotado

Não espelhamos neste poema lamentos

Por erros vividos no passado

 

Foram meus dedos que te ensinaram o caminho mais curto até meus segredos

Pois o desejo que despertas em mim vem de uma fonte bendita e cristalina

Basta apenas ver nos espelhos dos meus olhos o    reflexo dos meus apelos

 

Tão zeloso vais tecendo carinhos em versos dourados

Somos fusão de pensamentos

Em um poema-amor devotado

Não espelhamos neste poema lamentos

Por erros vividos no passado

 

O teu zelo a meu mundo dá um toque de encantamento

Despertando em mim a admiração e o respeito

E a confiança que alicerça

As fundições do abnegado sentimento

 

E na fase da maturidade ainda podemos viver

As nuances da candura daquele amor em nosso adolescer

E te ouço emocionada ao meu ouvido falar

Deixai-me zelar por ti

E em teu coração eu   habitar!

 

Tão zeloso vais tecendo carinhos em versos dourados

 Somos fusão de pensamentos

Em um poema-amor devotado

 

E   sorrindo os teus olhos eu fito...

E levo ao meu peito as tuas mãos

Louvando a Deus por este amor bendito

Que embala minha vida tal qual bela canção

Tão zeloso vais tecendo carinhos em versos doorados

Somos fusão de pensamentos

Em um poema-amor devotado

 

 ***** 

ANA LUCIA MENDES DOS SANTOS SAMPAIO 

 

CLARA FÊNIX

19/11/2018

 

 

 

 

 

 

 

Saiba mais…

LEMBRANÇAS

 

 

 

 

 

 

Lembranças ainda tenho 

Dos lindos campos e vinhais que percorri

Onde a alegria e a paz

Eram a melodia do meu existir

 

Lembranças ainda guardo

Dos belos campos em Provence

A exalar o aroma do Lavander -Essence

 

Saudades eu sinto das vinhas em Toscana

Onde degustei o teu amor

Ali tu fostes meu Genaro 

E eu tua Geovana

 

Ah saudades ainda guardo

Dos vasos brancos de porcelana

Onde depositei os lírios da inocência

Oh amor divino que minha poesia proclama

 

Ah,saudades amor...

Saudades dos fios liláses 

Que entremeavam os nossos lençõis de cetim

Ah saudades amor  deste teu beijo adocicado

Que me embriagava de paz e luz sem fim

 

Ah,saudades deste sonho de amor real 

Que contigo vivi

Volta esta noite em meus sonhos amor

Eu ainda espero por ti!

 

 

 

 

ANA LUCIA MENDES DOS SANTOS SAMPAIO

CLARA FÊNIX

 

Texo gerado em 12/04/18

 

 

 

 

IMAGEM: FONTE GOOGLE

Saiba mais…

NOVA TELA

 

 

Hoje o sol entrou pela minha janela 

Tocando meu rosto de mansinho

Todo fáceiro deu-me um pincel e uma  aquarela 

É foi me envolvendo com carinho 

Espreguicando-me em meu leito pus-me a sorrir 

Da  sensação harmoniosa que o sol trouxera ali 

Brotou em mim a inspiração pelo Divino

Conecto-me com um amor puro e sincero 

Sem inclinações  para dúvidas ou mistério 

Silenciando a voz da tristeza e da amargura 

Foi-se da minha vida o tédio 

Oh,.Deus .sou grata por mais um dia 

Por ter ao meu lado o sol da justiça em minha vida 

Essa vida onde  o tempo foi i colocando cada coisa no seu devido lugar ...

E eu vou aprendendo  e me encaixando nesse novo tempo 

Sem pressa ...

Sem dúvidas. .

Então. ..

Levantei  com os olhos de alegria reluzentes 

Tomei o pincel e a aquarela decidida a uma nova tela pintar 

Tendo ao meu lado o sol da justiça 

E dentro do peito meu eterno  desejo de amar 

 

ANA LÚCIA MENDES DOS SANTOS SAMPAIO 

CLARA FÊNIX 

24/08/2018 

 

 

 

 

 

 

Saiba mais…

Contemplação

O dia finda e eu aqui observo 

A quietude do momento que se revela 

Mesclam no infinito raios dourados que beijam a renda negra da noite que salpicada de estrelas logo se espalhará. .

Calada eu ouço a tua voz suave 

Que é  interrompida pelo coro dos anjos 

Dezoito horas ..

Meu coração acompanha as badaladas do sino 

Reflito que é bem verdade que não posso mudar o mundo ...Mas tenho mudado minha postura frente a ele

Sei que tenho feito pouco ..Mas vou semeando o amor por onde eu passar 

Não me preocupo com reconhecimento humano ...Ninguém tem tempo ou obrigação de agradecer ...

Cada um da o que tem 

E todos recebem de acordo com o que semeiam 

Assim...

Aquietou-se em mim a alma inflamada pela ansiedade e inquietações 

Vou seguindo resignada por  uma estrada por estrelas salpicada

SIgo Despida das tolas ilusões... 

A bússola do meu coração aponta para uma nova rota onde os ventos jamais me levarão ao lugar da tormenta 

 

Serena a minha alma  dedilha notas de uma nova meloda i

Que me preenche  de luz e paz !

 

ANA LÚCIA MENDES DISSE SANTOS SAMPAIO 

23/08/2018

CLARA FÊNIX 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Saiba mais…

Gratidão

 

 

 

 

Nesta noite eu apenas agradeço 

Por tudo o quanto Deus tem feito 

Na minha vida e na vida dos meus irmãos 

Uma coisa que aprendi 

Tudo tem a permissão do Paí

Para nossa evolução 

Aquilo que para mim não foi bênção 

Com certeza foi grande lição 

Da vida não mais me queixo 

Dei adeus a lamentação 

Que Deus nos conceda uma noite de paz 

E possa fluir em nós linda inspiração 

Aquieto-me nos braços do Pai

Lugar de Amor e proteção 

Em tudo eu rendo graças 

Até das quedas que levei 

Embora tenham ficado cicatrizes 

Mas foi  na fonte do Amor de Deus que das dores  me livrei !

Gratidão pelas perdas pois foi através delas que ganhei

i Um coração liberto e é com ele 

Que todo meu Amor te renderei 

Oh,Senhor gratidão por tu seres meu alento 

Nas horas de provação 

ES sempre meu sustento 

E quando em tua frente eu me próstar

É as palavras em meus lábios não falarem 

Sei que as batidas do meu coração irás escutar a palpitar 

Gratidão 

Gratidão

Gratidão! 

Apenas gratidão Senhor ...

 

 

 

Ana Lúcia Mendes dos Santos Sampaio 

Clara Fênix 

20/08/2018

Saiba mais…

MARCAS DO SILÊNCIO

 

 

 

Silêncio!

Ouves minha dor?

Vês o que sinto?

Silêncio!

Procuro no silêncio

Minha identidade perdida

Ilusões de uma vida

Uma vida sem vida

Trago marcas no corpo

Trago marcas na alma

Um coração destruído

Pelo sentimento doentio

De um ser obsessivo

A violência mais doída

É esta voz sempre contida

Pela vergonha

Pelo medo

Trago marcas no corpo

Trago marcas na alma

Que ganharam proporções tamanhas

De um terrível pesadelo

Você...

Machucou a boca que te beijou

Os braços que te buscaram

O corpo que a ti se entregou

Em juras de amor

Silêncio!

Estou no chão

Nocauteada pela indiferença

Os ouvidos e a mente ferida

Por palavras agredida

Busco agora meu amor

...

Meu amor próprio... Este sim!

Fará toda diferença para mim

Eis a força para eu levantar

Eis a força para meu recomeçar

Meu amor próprio... Encontrei-me enfim!

Posso agora não estar muito bem

Mas estas marcas não irão mais além

Todo jugo será quebrado

Estas marcas ficarão no passado

 Cansei de calar

Agora é você

Que com a Justiça irá se acertar!

Silêncio!

Ouves minha voz?

Ecoa autêntica

Serena

Vivo uma vida plena

Com dignidade e muita paz

Este teu amor doentio

Para mim ... Não quero jamais!

 

 

 ANA LUCIA MENDES DOS SANTOS SAMPAIO

CLARA FÊNIX

 

Foto: Google 

 

 

 

 

 

Hoje bem cedinho assisti um caso de uma mulher que teve as mãos amputadas pelo marido.Fiquei indignada!!

Resolvi compartilhar este texto que publiquei em 2012 no dia da mulher para uma reflexão sobre esse tipo de a violência

 

 

 

 

Saiba mais…

AMOR...SIMPLESMENTE ..AMOR!

 

 

 

 

 

Lua prateada bailando no céu

Rufar de tambores que gemiam

Casa grande e Senzala

Pelourinho-preconceito erguido!

 

Senhor apaixonado  a senzala adentra

Olhos atentos a procurar

A bela negra que tanto ama

Mas com ela não pode casar

 

A lua madrinha seus raios envia

Por aquela porta a iluminar

O rosto da musa de ébano

Que o Senhor está a esperar

 

Caminhando risonha  segue

A musa de ébano ao aceno do  seu senhor

Que abrasado não vê a hora

Da bela negra,  solver o amor

 

E na calada da noite,o senhor se faz escravo

Dos beijos e carinhos da musa de ébano

E de joelhos repete

Minha pérola negra por ti sou apaixonado

 

E réu confesso do seu pecado

Delira entre sussurros e gemidos

Ah, musa de ébano ...

Em teu  amor viverei acorrentado

 

Mas a bela negra sorri

Falando com mansidão

No amor não existe escravidão

Não existe escravo ou senhor

O amor é libertação

Tu és um homem e eu sou uma mulher

Nós nos amamos não importa raça ou cor...

 

A lua madrinha daquele momento

Ilumina o sorriso dos apaixonados

Gemem os tambores

Uivam os amantes

 

O tempo para e nada se iguala a intensidade do momento

Realização do desejo pleno

E nas batidas dos corações amantes apenas um palavra

Amor, simplesmente amor  e mais nada!

 

ANA LUCIA MENDES DOS SANTOS SAMPAIO

CLARA FÊNIX

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 *Inspirada num passeio que fiz a uma antiga senzala num ponto turístico chamado Sítio do Físico a alguns anos atrás aqui em São Luís
Tive a tremenda experiência de entrar naquela senzala e visitar a casa grande , a capela e outros locais do Sitio ...viajei no tempo ...Minha veia afro pulsou forte ali..
Nunca irei esquecer aquela sensação de angústia ao entrar naquela lugar ...mas enfim...Saiu esse texto que só ontem achei rsrs e resolvi compartilhar rsr

 

 

Saiba mais…

SOMENTE PARA TI

 

Somente para ti e mais ninguém

Eu estendo os meus beijos e carinhos

Somente para ti e mais ninguém

Sou tocha acesa em nosso ninho

 

 

Eu me guardei para ti

Com um sentimento puro e sincero

E o meu coração canta assim...

És o amor que tanto quero

 

Para ti eu danço...

A dança dos sete véus

Na nudez da minha alma

Quero levar-te aos céus

 

Ah, como eu te amo!

Não pensemos apenas em carnalidades

Pois, este amor  é soberano

Resistirá por toda a eternidade

 

Eu te amo porque te amo

E nisto eu me realizo

Pois ser amada como tu me amas

É como viver no paraíso!

 

 

*****

ANA LUCIA MENDES DOS SANTOS SAMPAIO

CLARA FÊNIX

 

 

 

Saiba mais…

BOM DIA AMOR

 

Bom dia meu amor

Como é bom despertar ao teu lado

Viver contigo um sonho de amor

Sem culpa nem pecado

Bom dia amor

Um brinde a nossa felicidade

Eis mais um dia que se inicia

Cheio  de grande emoção

Ao saber que és minha alma gêmea querida

Por quem tanto procurei

És pedaço do meu coração

Estavas tão perto e eu não sabia

Amar-te por toda a vida

Será pois minha lei

Bom dia ,amor

Que bom que te encontrei!

 

ANA LUCIA MENDES DOS SANTOS SAMPAIO

CLARA FÊNIX

 

 

https://www.youtube.com/watch?v=8ZYtF_oZRFE

Saiba mais…

AMOR LAVANDA

Sentada  a beira do caminho

Tapete divino do Criador

Bordado pelos anjos

Com fios lilases

Flores perfumadas de  amor

O vento brincando com meus cabelos

Trazem os carinhos teus

Oh, amor são para ti

Todos os sorrisos meus

És doce essência

Meu Amor-lavanda

Nos campos de Orfeu!

 

ANA LUCIA MENDES DOS SANTOS SAMPAIO

Clara Fênix

 

 

 

   

 

 

 

 

 

Saiba mais…

NOSSO BEIJO NA CHUVA

 

 

 

 

 

Queria roubar-me um beijo eu sei

Mas eu fingia não perceber

Caminhavamos debaixo da chuva

Você gentilmente a me proteger

Distraída tropecei numa pedra

Quase sofri uma queda

Teu braço me amparou

Ao levantar-me te olhei nos olhos

E te dei aquele beijo

Que você tanto desejou

A chuva calma nossos corpos molhava

Brindando aquele momento de amor

Em teus olhos eu vi as estrelas

Que o céu do meu mundo iluminou

E foi assim que em meio a chuva

Meus lábios em ti

Meu beijo tatuou

Inundando nossos corações

Naquela linda chuva de amor

 

ANA LUCIA MENDES DOS SANTOS SAMPAIO

CLARA FÊNIX

04/05/2018

 

 

 

 

Saiba mais…
CPP